O Nome Divino

O NOME DIVINO

Ao se falar sobre O NOME de Deus, a curiosidade de cada um é aguçada, e o desejo de saber qual é esse nome aflora, a quem pertence e porque é Sobre Todo Nome. E para termos a necessária compreensão disso, temos que começar esse estudo, buscando a origem desse  Nome. A origem desse extraordinário Nome remonta a Gênesis, 2:4. E foi enfatizado mais explicitamente, no tempo do grande líder do Velho Testamento chamado Moisés, que após ter  deixado a sua posição de Príncipe do Egito, foi chamado por Deus, para a missão de tirar o povo de Deus da escravidão do Egito e conduzi-lo à Canaã, a Terra Prometida. Durante esta chamada, é que o Nome do Pai foi explicitamente conhecido.

Quando Moisés subiu ao Monte Sinai, com o objetivo de conhecer o Deus de seus pais face a face, e tendo Deus lhe comissionado a ir ao Egito, para de lá tirar o povo do domínio de Faraó e o conduzir à Terra de Canaã, Moisés na sua intrepidez e ousadia, falou dizendo:
“Eis que, indo eu aos filhos de Israel e lhes dizendo: O Deus de vossos pais me enviou a vós outros;” e eles  me perguntarem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?
Êxodo, 3:13.
E Deus Pai, compreendendo o arrazoamento de Moisés pois que, cada povo tinha o seu próprio deus, e mesmo o Egito tinha vários deuses, disse então Deus-Pai o Todo-Poderoso: “EU SOU O QUE SOU ”. Dirás aos filhos de Israel: “EU SOU ME ENVIOU A VÓS”. E disse Deus ainda mais a Moisés: Assim dirás: “YAHWEH, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó me enviou a vós; este é o meu Nome eternamente, e assim serei lembrado de geração em geração”. Êxodo 3:14,15. Foi justamente ai, que ficou conhecido o Nome Divino. Nome que é sobre todo o nome, e que se pronuncia Yahweh (Yavé). Esse Nome que é sobre Todo o Nome, é o nome que o Pai transmitiu ao Filho, o Senhor Jesus Cristo. Assim sendo, é que o Senhor Jesus Cristo, tem sobre si a autoridade de alguém que tem o Nome que é sobre todo o Nome.
Isso porque o nome de Jesus vem originalmente, do nome do Pai. O Nome de Jesus significa: Yahweh é Salvação
.
       

QUE  SIGNIFICA YAHWEH?

Yahweh é uma palavra originária da língua hebraica, cuja língua o Pai Eterno Yahweh-Deus escolheu para comunicar-se com o  seu Povo. O tetragrama YHWH (Yahweh) é originário do Verbo Hebraico HA-YAH (SER) e implica continuidade, ou aquele que subsiste por Si mesmo. O que é o que era, e o que Será para sempre, noutras palavras; O Eterno.Veja o que diz o Dicionário Bíblico Universal: “Primitivamente, sem dúvida, YHWH (o tetragrama) representava o tempo do verbo hebraico que implica continuidade, e com suas vogais se lia Yahweh. A sua significação é: “Aquele que é” ou “Aquele que será”, sugerindo plena vida com infinitas possibilidades”. (Dicionário Bíblico Universal, BUCKLAND, pág. 211).O Novo Dicionário da Bíblia diz: “Estritamente falando, Yahweh é o único ‘Nome’ de Deus.” Volume 1, pág. 409.  Após Moisés, e durante toda a época dos Juízes, dos Reis e dos Profetas, até o último  que foi Malaquias, o Nome Yahweh foi usado profusamente para se referir a Deus Pai. Passado os tempos e na medida em que o povo de Deus foi se afastando do seu Criador, o nome do Pai foi deixando de ser pronunciado, pois o povo estando desviado de Deus temia pronunciar o Nome Santo.  Assim o Nome Yahweh, o nome do Pai, foi sendo esquecido. Passou-se 400 anos, e o Nome somente era pronunciado uma vez por ano, quando o Sumo-Sacerdote entrava no Santo dos Santos para fazer oblação pelo pecado do povo.
  
JESUS E O NOME DO PAI

Chegada a plenitude dos tempos veio Jesus com a missão de restaurar todas as coisas, anunciando o Evangelho do Reino. Dentre as várias facetas de sua missão, uma era a de manifestar o nome do Pai, que tinha sido negligenciado durante 400 anos.
Assim é, que ele, Jesus, fez questão de fazer conhecido o Nome do Pai, pois Ele mesmo diz:
“Manifestei o teu Nome aos homens que do mundo me deste; E eu lhes fiz conhecer o teu Nome e lho farei mais…” S. João 17:6, 26.Assim Jesus, confirma que se empenhou em fazer conhecido o nome do Pai. Desta maneira, podemos dizer sem medo de errar, que os discípulos conheceram o Nome do Pai e o chamava pelo Nome Yahweh (Yavé). O próprio Apóstolo Paulo diz na sua carta aos Efésios:
“Por causa disto, me ponho de joelhos perante o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra lhe toma o Nome.” Efésios 3:14.Todavia, tendo a superstição dos judeus, se arraigado de tal forma entre eles, o Nome do Pai, somente voltou a ser honrado, por aqueles que aceitavam a Jesus Cristo como enviado do Pai. Os príncipes da Sinagoga continuaram a desonrar o nome Yahweh, que é Sobre todo o Nome. Malaquias 1: 6.Depois da partida do Senhor Jesus para os céus, os discípulos continuaram usando e honrando o nome do Pai Yahweh, conforme vemos nas citações que acabamos de expor.
No quarto (IV) século, Jerônimo, que traduziu a Vulgata Latina, disse: “Mateus, também chamado Levi, e que de publicano se tornou apóstolo, primeiro de tudo, produziu um evangelho de Cristo na Judéia, na língua hebraica… Não se tem certeza de quem o traduziu mais tarde para o grego. Mas, o próprio em hebraico, está preservado até hoje da Biblioteca de Cesaréia”.Portanto, Mateus que escreveu em hebraico, usou Yahweh -o nome do Pai, – especialmente ao citar os textos do “Antigo Testamento” que continham o Nome do Pai.Alguns fragmentos antiqüíssimos da versão Septuaginta que existiam nos dias do Senhor Jesus, sobreviveram até os nossos dias, e o Nome pessoal de Deus aparece neles. O Novo Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento (Volume 2, Pág.512, em Inglês), diz que os mais antigos MSS manuscritos) LXX (Septuaginta) agora disponíveis trazem o tetragrama escritos em caracteres hebraicos e/ou gregos. E esse costume foi continuado por posteriores tradutores Judaicos do Antigo Testamento nos primeiros séculos A.D.O Professor George Howard, da Universidade da Geórgia, EUA, faz o seguinte comentário:
“A Septuaginta que a Igreja do Novo Testamento usava e citava, continha  a forma hebraica do Nome Divino, assim, os escritores do Novo Testamento sem dúvida, incluíam o Tetragrama em suas citações.” (Biblical Archaeology Rewiww, março de 1978,  pág.14.Na primeira metade do segundo século d.C. o prosélito Áquila fez uma nova tradução das Escrituras Hebraicas para o grego, e nesta ele representou o Nome de Deus pelo Tetragrama em antigos caracteres hebraicos.
No terceiro século, Orígenes escreveu:  “E nos manuscritos mais exatos O NOME aparece em caracteres hebraicos, não nos caracteres modernos, mas, nos mais antigos.No mesmo IV século, Jerônimo escreveu no seu prólogo para os livros de Samuel e Reis: “Encontramos o nome de Deus, o Tetragrama:hê,vav,hê,yod (de trás para frente) Yod, Hê, Vav, Hê,  (YHWH)  que se lê: Yahweh, em certos volumes gregos, mesmo até hoje, expresso em letras antigas.Em cópias posteriores da Septuaginta, o Nome de Deus foi removido e substituído por palavras como (Theós) “Deus” ou  (Kyrios) “Senhor”. Isso sabemos, porque existem fragmentos anteriores à Septuaginta, em que o Nome de Deus Yahweh está incluído, e cópias posteriores dessas mesmas partes em que o Nome Yahweh foi removido. O mesmo ocorreu com o Novo Testamento, ou Escrituras Gregas Cristãs. O professor George Howard  prossegue dizendo:  “Quando a forma hebraica para o Nome Divino foi eliminada em favor de substitutos gregos na Septuaginta, também foi eliminada das citações da Septuaginta no Novo Testamento. Não tardou até que a Igreja gentia perdesse o Nome Divino, exceto na medida em que era retratado nos substitutos abreviados, ou lembrado por eruditos”.Notem que os Judeus recusaram a pronunciar o Nome, mas a Igreja Apóstata fez pior ainda, ou seja, cuidou de removê-lo completamente dos manuscritos de língua grega, de ambas as partes da Bíblia, bem como de traduções em outras línguas. Esse foi o trabalho que fez para anular o nome do Pai Celestial. Infelizmente as religiões ainda não se alertaram para isso, a não ser algumas que estão resgatando o Nome do Pai Yahweh, conforme mencionado por Deus, 6823 vezes no Velho Testamento e 237 vezes no Novo Testamento, totalizando 7060 vezes que o Nome de Yahweh Deus é pronunciado em toda a Bíblia.

PORQUE A MAIORIA

DAS BÍBLIAS  

NÃO TRAZEM YAHWEH? 

Somente algumas traduções tiveram o cuidado de seguir o original hebraico, como a Bíblia de Jerusalém, a tradução de  J.B.Rotherham, (em Inglês), a Bíblia Sagrada Senhor Yahweh, Bíblia Pentecostal, (rodapé de Êxodo 3:15) etc. mantendo o Nome do Pai Celestial como Yahweh, conforme está na Torah (Bíblia Hebraica).Muitos têm recalcitrado contra o reconhecimento do nome Yahweh, que é o verdadeiro nome do Pai Celestial. Ainda que alguns tenham desprezado o nome Divino de Yahweh Deus, ao passar do tempo eles chegarão a aceitar e clamar por esse nome.As Bíblias em português estão começando aos poucos a reconhecer que o nome verdadeiro do Pai Celestial é Yahweh, porque seria impossível que o nome do Pai continuasse a ser encoberto por todas as gentes.Ultimamente, editou-se a Bíblia Pentecostal, da Editora CPAD (Casa Publicadora Assembléia de Deus) cuja Bíblia trás o nome do Pai Yahweh. Ainda que não tenha sido colocado no corpo da Bíblia, mas está confirmado no seu rodapé, que o nome do Pai é Yahweh. Na explicação do texto de Êxodo 3:15 que nas Bíblias comuns está escrito “EU SOU O QUE SOU”, a Bíblia Pentecostal diz que “Eu Sou o Que Sou” é originário do hebraico, YAHWEH. Então, use o original Yahweh, e não tão somente o título Deus, pois Deus não é nome, mas apenas um título.    Além da Bíblia Pentecostal (Gn.3:15 rodapé), também a Bíblia J.B. Rotherham, a Bíblia de Jerusalém, a Bíblia Sagrada Senhor Yahweh, Bíblia Vida Nova (Gn.3:15 roda-pé) e outras publicações, confirmam que o nome do Pai Celestial é Yahweh.  Embora os discípulos tivessem aprendido e guardado o Nome do Pai, os seus escritos somente vieram a aparecer depois da morte de Jesus, num período que atingiu até o final do primeiro século. E como os cristãos eram um povo perseguido, os seus ensinos e escritos não eram acreditados por todos. Quando as Escrituras Hebraicas foram traduzidas para o Grego, 150 anos A.C. – cuja tradução chamou-se Septuaginta, ou seja, Tradução dos LXX, a tradição dos judeus desde o último profeta do Velho Testamento em não pronunciar o nome do Pai, continuou sendo observada por eles, assim eles continuaram a escreverem o Nome do Pai YAHWEH, como escreviam Moisés e os profetas, mas não pronunciavam, como ocorre ainda até hoje. No IV século, os tradutores começaram a usar no lugar do nome do Pai, a palavra ADONAI (hebraico), ou KYRIOS no grego que quer dizer Senhor. Assim, a nossa tradução bem como toda a tradução para o ocidente, acabou trazendo a palavra Senhor, mudando desta maneira o Nome do Pai de Yahweh para Senhor, infringindo assim o que está determinado no Apocalipsse 22:19 que diz: “Se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão escritas neste livro.”  Apocalipse 22:19, o que  na verdade, foi um erro inaceitável.1-No ano 100 d.C. uma edição do texto hebraico, estabeleceu o texto Massorético, com vogais. 
2-Este erro continuou na  versão de Áquila (130 a 150) d.C.
3-Na revisão da versão da Septuaginta e a de Áquila, (150 a 185) d.c.
4-Na versão de Símaco, (185 a 200) d.C. que preocupou-se apenas com o sentido da tradução, e não com a exatidão da tradução;
5-Na versão dos Héxapla de Orígenes (240 a 250 d.C. que procurou harmonizar os textos de Áquila, Teodócio, e Símaco, à tradução fiel do Hebraico.
6-São Jerônimo, no IV século d.C.  fez a Vulgata Latina, usando a versão de Símaco, (aquela que não se preocupou com a exatidão do texto, e sim com o sentido do texto), e assim continuou o erro do tratamento de Senhor para o Nome do Pai, e não Yahweh como nos tempos dos profetas.
7-Alguns sábios judeus, chamados massoretas, iniciaram, entre os séculos VI a X d.C., um trabalho de padronização dos textos hebraicos do Antigo Testamento, ao inventarem as vogais e introduzirem no texto, terminaram alterando o texto hebraico, e assim continuou o erro do título Senhor no lugar do nome do Pai, Yahweh.
           

POR QUE NÃO JEOVÁ?

Alguns defendem o nome, como sendo Jeová. Outros defendem que o Nome é Senhor; outros defendem que o nome é Javé; outros, que é Dominus; outros Kyrios; outros Yahweh, etc. Mas, na verdade, qual é o verdadeiro Nome do Pai Celestial? Ora, o verdadeiro Nome do Pai Celestial é aquele que está na primeira Bíblia, ou seja, a Bíblia Hebraica. E na Primeira Bíblia, o nome que lá está  por 6823 vezes no Velho Testamento e 237 vezes no Novo Testamento  é Yahweh. Não pode ser Senhor, pois Senhor não é um nome, e sim um título de “senhorio”; não é Jeová, porque no hebraico não existe a letra “J”, e se não existe a letra “J”, como poderia ser “Jeová”? Portanto, há um grande equívoco daqueles que defendem essa posição, pois a palavra  Jeová, é uma palavra nova, que apareceu no ano de 1518 (Quando o Brasil já tinha sido descoberto),  e, há cerca de 100 anos começou a ser usada pelas Testemunhas de Jeová para nome do Pai Celestial, numa transliteração errada do tetragrama YHWH. No entanto o nome do  Pai  aparece na Bíblia Sagrada desde Gênesis 2:4, isto é, desde a criação do mundo. E foi mais enfatizado no monte Sinai, quando Moisés falou a Deus dizendo:  “Quando eu for aos filhos de Israel e lhes disser: ‘O Deus de vossos pais me enviou até vós’; e eles me perguntarem: ‘Qual é o seu nome? ’ que lhes direi?” Disse Deus a Moisés: “Eu Sou o que Sou.” Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: Yahweh, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de  Isaque e o Deus de Jacó me enviou até vós. Este é o meu Nome para sempre e este é o meu Memorial de Geração em geração. Deus falou assim, a Moisés no monte Sinai, há cerca  de 3.500 anos atrás. A diferença de tempo da palavra Yahweh para a palavra Jeová é de cerca de seis mil anos. Ainda para confirmar que o nome  do Pai não pode ser Jeová, é que  na língua hebraica não existe a letra “J” (Jota). Toda a palavra que aparece na bíblia no Velho Testamento, em português com “J” (Jota) na verdade é Ypsilon (Y).
 
Alguém há de perguntar: E o nome Jerusalém? Ora, o nome Jerusalém, na verdade não é Jerusalém e sim, “Yerushalalyim”. E o nome Jesus? Ora, o nome Jesus, em hebraico “Yeshua”; e se o anjo que falou a Maria, deu-lhe um nome hebraico, esse nome é Yeshua. (Todavia os tradutores, ao traduzirem a Bíblia da Septuaginta para a Vulgata Latina, não mencionaram que na tabuleta  acima da cabeça de Jesus, estava escrita a sua “condenação” em hebraico, grego e Latim: “Jesus Nazareno Rei dos Judeus”.  Assim, anularam a expressão em hebraico:(Yeshua Nazaren Melek Yahudim) Jesus Nazareno Rei dos Judeus, deixando somente a forma Latina: INRI (Iesus Nazarenus Rex Iudeo).
 
Em hebraico é “Ieshua ha Mashiach”, que quer dizer Jesus, o Messias. E Jacó? O nome, não é Jacó e sim “Yaakov”.  E Judá? O Nome não é Judá, e sim Yuhdah. E assim por diante. Lembre-se que no hebraico não existe a letra “J” Jota.

O  NOME  IMUTÁVEL.

O nome do Pai, não somente por ser nome de pessoa e por isso não tem tradução, mas, sobretudo por ser o Nome do Pai Celestial, não deveria ser mudado, e sim respeitado em todos os lugares até os confins do mundo. Sabe-se perfeitamente que os substantivos próprios, os nomes de pessoas, não sofrem tradução para nenhuma língua, não mudam.  O nome de pessoa deve ser mantido conforme registrado em sua própria língua. Se alguém é registrado com o nome WASHINGTON nos Estados Unidos, não devemos mudá-lo para VASINGNTON aportuguesando o seu nome. Se alguém foi registrado como PAUL nos Estados Unidos, não devemos mudar o seu nome para Paulo aqui no Brasil; assim, se alguém foi registrado Paulo aqui no Brasil, não deve ser chamado de Paul nos Estados Unidos, tampouco o nome Yahweh pode ser mudado para Jeová, Javé, Adonai Dominus, Kyrios ou Senhor. Ainda mais que Senhor não é um nome, e sim um título.Na verdade o nome Jeová apareceu em 1518, e daí passou a ser usado em pessoas. Há portanto, apenas 500 anos que apareceu a palavra Jeová, enquanto que o nome Yahweh, existe desde a criação. Gênesis 2:4 (Bíblia de Jerusalém, Bíblia de J.B. Rotherham, Bíblia Sagrada Senhor Yahweh, Bíblia Vida Nova (Gn.3:15 roda-pé.)
Quando se pergunta àqueles que usam a palavra Jeová para o Pai, porque fizeram esta alteração, eles respondem que é uma palavra que já está em uso há quase 5 séculos e  que é mais fácil para as pessoas assimilarem.
 
Não é certo mudar o nome de alguém, somente porque é mais fácil de se aprender, ou simplesmente porque  o novo nome é mais conhecido. Há de se respeitar e honrar o dono do nome, respeitando o seu Nome. Nenhum nome deve ser desprezado por outro nome. Malaquias, 1:6. Desta maneira, nem a palavra Jeová, ou Javé, ou Senhor, ou Adonai, ou Dominus, ou Kyrios ou qualquer outro nome, deve tomar o lugar do Nome do Pai Celestial Yahweh, que é o Nome sobre todo o Nome, do qual derivou-se o nome de Jesus, pois a palavra Jesus significa, Yahweh é Salvação.

O  PAI  DEFENDE 

O  SEU  NOME.

Sobre o nome do Pai ele mesmo faz questão de defender, dizendo que: Seu Nome seja:
INVOCADO O NOME YAHWEH, (Lamentações 3:55; Joel, 2:32);
DEVEMOS TER O NOME YAHWEH EM NOSSAS TESTAS, (Ezequiel, 9:4,5); (Apocalipse 7:3);
DEVEMOS ANDAR NO NOME YAHWEH, (Miqueias, 4:5);
DEVEMOS CONFIAR NO NOME YAHWEH, (Zacarias 10:12);
DEVEMOS HONRAR O NOME YAHWEH (Malaquias 2:2);
DEVEMOS LOUVAR O NOME YAHWEH, (Salmos 143:5);
DEVEMOS TEMER O NOME YAHWEH, (Deuteronômio 28:53);
É BENDITO O NOME YAHWEH, (Daniel 2:20)
É GRANDE O NOME YAHWEH, (Malaquias 1:11);
DEVE SER GLORIFICADO O NOME YAHWEH, (João 12:28);
O PAI TEM ZÊLO PELO NOME YAHWEH, (Ezequiel 39:25);
NÃO DEVEMOS DESPREZAR O NOME YAHWEH, (Malaquias 1:6);
NÃO PROFANAR O NOME YAHWEH, (Ezequiel 20:39);
DEVEMOS SANTIFICAR O NOME YAHWEH (Mateus 6:9);
CONHECER O NOME YAHWEH, (João 17:6, 26);
DEVEMOS SER GUARDADOS NO NOME YAHWEH, (João 17:11, 12);
DEVEMOS SER CHAMADOS PELO NOME YAHWEH, (Daniel, 9:19);
UM POVO PARA O NOME YAHWEH (Atos 15: 14);
OS JUDEUS PERDERAM O DIREITO AO NOME YAHWEH, (Jeremias, 44:26);
DEVEMOS TRAZER SOBRE NÓS O NOME YAHWEH.

  

Compilado por Pr. Luiz Antonio.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s