O que devo fazer para ser salvo?

O que devo fazer para ser salvo?

 

E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?

E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. Atos 16,30,31.

Por esta citação Bíblica o caro leitor deve ter notado o que é necessário fazer para ser salvo, parece tão simples e de fato é mesmo, basta simplesmente crer no Senhor Jesus entregar teu coração a Ele e o mais tudo Ele fará em tua vida.

Receber Jesus como Salvador significa nascer de novo, como está escrito em (João 3:3), Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.  …e aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. Enquanto tu não levantares tua mão para Ele dizendo Senhor entra em minha vida e transforma tudo o que não te agrada, jamais poderás ver o reino de Deus em ti ou ao redor de ti, mas quando o fizeres teus olhos se abrirão e verás o Reino, verás o Senhor do Reino, que é Jesus e Ele te transformará numa nova criatura e tu sentirás a liberdade que somente o Filho Unigênito do Pai pode dar, por que para isso Deus o Pai o ungiu. Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Rom. 8,1,2.  

A salvação, caro leitor não está em boas obras que alguém venha a praticar, mas unicamente pela graça do Senhor Jesus somos salvos como está escrito em  Efésios 2 : 5: por que Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos). E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. (I Coríntios 13 : 3), é preciso amar a Cristo e se entregar a Ele como único e suficiente Salvador.

 

·        Como eu faço para receber Jesus como meu Salvador pessoal?

 

Tu podes fazê-lo agora mesmo onde estás orando assim: Senhor Jesus eu reconheço que sou pecador e que sozinho jamais poderei chegar ao céu, ou fazer algo que possa Te agradar, até hoje vivi como pecador fazendo o que não Te agradava, mas agora me arrependo e confesso diante de Ti todos os meus pecados, perdoa-me e escreve o meu nome no “livro da vida”, pois agora reconheço que Tu és o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vai ao Pai, senão por Ti. Ou se preferir e será melhor procure uma igreja evangélica e fale com o pastor que queres receber Jesus como teu Salvador que ele te dirá o que é necessário fazer.

E HAVIA em Cesaréia um homem por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana,

Piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus.

Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio.

O qual, fixando os olhos nele, e muito atemorizado, disse: Que é, Senhor? E disse-lhe: As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus;

Agora, pois, envia homens a Jope, e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro.

Este está com um certo Simão curtidor, que tem a sua casa junto do mar. Ele te dirá o que deves fazer. Atos 10,1-6.

 

·        Por que eu preciso recebe Jesus como Salvador?

Porque  está escrito: Não há um justo, nem um sequer.    Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus.    Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.  (Romanos 3:10-12)

Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;  (Romanos 3:23)

  Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?  (Jeremias 17:9)

  Por que seríeis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco.    Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres não espremidas, nem ligadas, nem amolecidas com óleo.  (Isaías 1:5-6)

  Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.  (Isaías 53:6)

  Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam.  (Isaías 64:6)

  Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.  (Tiago 2:10)

    Por fim deves receber Jesus como Salvador por que és pecador, foste concebido em pecado e vives em pecado e, Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.    Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.    Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.  (1João 1:8-10)

O Senhor está disposto  a salvar-te se Nele Creres,  porque  Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.  (Romanos 5:8)

  Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.  (João 3:16)

  Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.  (João 3:18)

  Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.  (João 3:36)

  Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.  (João 5:24)

  Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.  (João 6:29)

·         Agora vou te explicar de modo definitivo o que acontece quando se aceita a Jesus! 

Que o homem nasce pecador é um fato, e os versículos seguintes comprovam isso: Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; (Romanos 3 : 23),  Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. (Romanos 5 : 12). Partindo do ponto que o homem é pecador, então entendemos pelas palavras de Isaías o profeta que este homem está separado de Deus, Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça. (Isaías 59 : 2), sendo assim precisamos de um mediador e qual mediador seria capaz de nos levar de volta a Deus?  Timóteo responde, Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (I Timóteo 2 : 5). Nossa vida de pecado nos separa de Deus, nossas obras não nos podem salvar, resta somente que recebamos a Cristo confessando-o como Salvador com nossa boca diante dos homens como está em (Romanos 10:9-10) A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.    Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. 

  Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.  (Romanos 10:13), fazendo isto Jesus vem morar em você e Deus olhando do céu não te vê mais, mas vê a Cristo que está em tua vida. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. (Gálatas 2 : 20) sendo assim nenhuma condenação há mais para ti, tu és salvo agora em Cristo! Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. (Romanos 8 : 1).

È simples assim amigo, tão somente creia, eu recebi Jesus a 23 anos e não me arrependo, tenho vivido minha vida pela fé no Filho de Deus e sei que ao fechar meus olhos nessa vida estarei com Jesus no céu, E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. (Lucas 23 : 43).

Pastor Luiz Antonio. 

Anúncios

Qual é a igreja certa? Qual religião pode salvar?

Qual é a igreja certa? Qual religião pode salvar?

 

A quantidade de igrejas e religiões espalhadas pela face da terra é imensa. Há média de 37.000 denominações em todo o mundo. Católicos, espíritas, evangélicos, religiões orientais, muçulmanos e muitas outras. Mas qual será a igreja certa? O que caracteriza a igreja certa? Na minha opinião são três coisas: Salvação, Salvador e Condições para obter a Salvação.

§  Salvação: É a bem-aventurança ou a felicidade eterna. Significa literalmente o estado espiritual de uma pessoa que caminha para o céu e que conseqüentemente não irá para o inferno.

Salvador: Aquele que tem o poder de levar uma pessoa para o céu e livrá-la do inferno. O único que pode fazer isto é Jesus Cristo.  Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós. Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Atos 4,10-12.

§  Condições para obter a salvação: Conjunto de ensinamentos necessários para uma pessoa entender e crer que Jesus é o único caminho para encontrar a salvação. Estes ensinamentos estão na Bíblia Sagrada.

Tendo isto em vista, a igreja certa então é aquela que crê e prega estas coisas. A Igreja que não prega a salvação não pode ser considerada igreja de Cristo. Se prega a salvação, mas não mostra Jesus como único salvador também não é digna de crédito. Por último se a igreja pregar a salvação, disser que Jesus é o Salvador, mas não submeter seus membros à palavra de Deus (Bíblia Sagrada), temos que rejeitá-la como igreja de Cristo.

Portanto para você identificar a igreja certa precisará conhecer a Bíblia, leia-a que Deus te guiará! A igreja de Cristo não é idólatra, obedece a bíblia separa-se do mundo e prega a Bíblia como única regra de fé e prática, e se você não faz parte de uma igreja com estas características você precisa mudar urgente, você precisa mudar de religião para ser salvo. Serão salvos apenas aqueles que fizerem parte da igreja de Jesus, igreja esta composta por pessoas que entregaram suas vidas ao Senhor e obedecem a sua palavra, expressa nas páginas da Bíblia Sagrada. E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. João 7,37,38.

Você já ouviu a expressão, “eu nasci católico e vou morrer católico”. Pois é, muitos dizem isso e endurecem seus corações para a verdade da Bíblia! Quem salva é Jesus, não a Igreja, mas é certo que uma igreja que não ensina a Bíblia não pode ser considerada como igreja de Cristo.

Muito antes de nós, Martinho Lutero, que era padre, também não concordou e saiu, mudou, mudou de religião, aliás, criou o movimento protestante de onde surgiram as atuais igrejas evangélicas. Os motivos que o levou a tal decisão podem ser lidas neste site, (as As 95 teses de Lutero). Também não estou afirmando que todas as igrejas evangélicas estão certas, você deve ter muito cuidado com certos movimentos evangélicos.

Mas afinal, devo mudar de religião?

Se sua igreja não está de acordo com os ensinos bíblicos você deve mudar!

Pastor Luiz Antonio.

 

Amor: O Vínculo da Perfeição.

Amor: O Vínculo da Perfeição.

Como é possível Deus ser ao mesmo tempo justo e misericordioso? Somente pela Graça. Para tentarmos entender tão profundo estado de perfeição e plenitude, temos que primeiro buscar a definição das duas palavras. O dicionário define justiça como: virtude que consiste em dar ou deixar a cada um o que lhe pertence. Portanto é uma definição totalmente de acordo com o ponto de vista cristão, que dará aos salvos a vida eterna, que de fato lhes pertence, e aos pecadores a condenação que os assiste, totalmente coerente com a definição do dicionário que diz que justiça é dar a cada um o que lhe pertence.

Vamos definir agora a palavra graça, que foi manifestada através da misericórdia Divina. Novamente consultando o dicionário, encontramos muitas definições da palavra “graça”, mas somente três são interessantes para nós, são as seguintes: favor, perdão, dom sobrenatural concedido por Deus como meio de salvação. Compreendidas as duas definições, pergunte a você mesmo: Será que eu conseguiria ser justo e misericordioso de forma simultânea? A resposta será um evidente “Não”!

Somente Deus é capaz de possuir, administrar e manifestar tais virtudes de forma simultânea. Como? Através do amor!

Nenhum dicionário é capaz de definir a palavra “amor” com um resultado satisfatório. Somente a Bíblia é capaz de definir o que é o amor. O dicionário não consegue definir “amor”, porque o amor é um dom extraordinário. Colossenses 3:14 diz assim: ”acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição”. Vínculo é algo que uni duas extremidades. É dessa forma que o nosso Deus é capaz de conciliar as duas virtudes, através do amor. Porque Ele é perfeito. Deus não permitiu que algo chamado de “vínculo da perfeição” fosse apenas um mero substantivo.

O amor é um dom, que se pedirmos, Deus nos dá, e com muita alegria. O amor é o único dom que transpassa a morte. Reflitam junto comigo: na Nova Jerusalém não será necessário mais ter dom de profecia, pois estaremos junto com o Pai, também não será necessário ter o dom de revelação, pois estaremos junto com o Criador, tão pouco o dom da Palavra, pois estaremos com Aquele que nos inspirava a pregar. Entretanto o amor será maior do que todos estes dons. Atrevo-me a dizer que o amor será o fundamento da nossa vida eterna com Cristo, pois é pelo amor que seremos transformados em criaturas perfeitas para morar com o Criador perfeito.

Vamos pedir a Deus para nos ensinar a amá-Lo, a amar Jesus Cristo, a amar as almas e amar o nosso próximo. Vamos honrar e cumprir o que está escrito em Romanos 13:8 que nos diz: “A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei”.

Filipe Guilherme Lemos.

Cada dia um milagre

foto-familia.jpg                Cada dia um milagre  

                                             Por Pr. Luiz Antonio

 

 

 

NAQUELES dias Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás. Então virou Ezequias o seu rosto para a parede, e orou ao SENHOR. E disse: Ah! SENHOR, peço-te, lembra-te agora, de que andei diante de ti em verdade, e com coração perfeito, e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Então veio a palavra do SENHOR a Isaías, dizendo: Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos.E livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti, e a esta cidade, e defenderei esta cidade.E isto te será da parte do SENHOR como sinal de que o SENHOR cumprirá esta palavra que falou.Eis que farei retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz. Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado. Is. 38,1-8. A palavra de Deus nos ensina a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Eclesiastes 7: 2). Tu que estás lendo estas linhas já aprendeste a valorizar a vida? Como tens encarado a vida, dom magnífico de Deus? Quantas pessoas passam pela vida e não descobrem o grandioso segredo de viver bem, de apreciar cada dia da vida, tomam providência para tantas coisas, e se esquecem do mais importante, viver bem com seus semelhantes e com Deus.

CÉSAR BORGIA (1476-1507) estadista, militar, político e eclesiástico italiano, ao morrer disse: “Tomei providências para tudo no decorrer de minha vida, somente não para a morte e agora tenho que morrer completamente despreparado.” Este homem apesar de eminente não foi prudente quanto à coisa mais importante da vida: Estar bem com Deus. A vida é algo que me fascina, pois ela transcende a existência física, vai além do nosso controle. Os homens quando muito conseguem matar a vida biológica, destroem o corpo, mas a alma se desliga do corpo tombado e segue um destino eterno, que se dará com Deus, ou num lugar escuro e de tormentos do qual não quero falar nesta oportunidade, pois agora me propus somente a magnificar a vida, dom excelente de Deus. Nós na nossa finitude não podemos limitar a existência da vida, os anjos não têm este poder, os demônios em todos os seus empreendimentos para destruir a vida, no máximo conseguem confiná-la ao lugar de tormentos, mas ela continua pelos séculos dos séculos, e Deus, único que pode destrui-la não o faz, jamais o fará, Os dons de Deus são irrevogáveis. Nos últimos dias tive a oportunidade de ir a alguns velórios em São Paulo e fora do Estado, e tive a triste oportunidade de ver como as pessoas reagem diante da morte, como se arrependem por não terem dito mais vezes ou pelo menos uma vez, “eu te amo querido, eu te amo querida, eu te amo mãe, eu te amo pai etc. Quando as pessoas a quem queremos bem se vão, então pensamos em tudo o que podíamos ter dito e feito e não o fizemos, e então o arrependimento tão tardio nos arrebata e a dor é multiplicada. Por isso, caro irmão e amigo que lê esta mensagem não perca tempo, diga em toda oportunidade, “eu te amo querida, eu te mo querido, eu te amo filho, eu te amo filha, eu te amo mãe, eu te amo pai etc. Quantas vezes o dinheiro fala mais alto para muitos que o bem estar da família, quantas vezes o trabalho, as ocupações tomam o lugar de nossas famílias em nossas vidas, e não nos doamos como deveríamos aos nossos queridos, a mulher não enxerga o valor do marido que tem, e vice-versa. Filhos não honram seus pais como é mandamento de Deus, e ao final descobrirão que não viveram uma vida verdadeira, descobrirão muito tarde que não descobriram o verdadeiro sentido da vida. Só na última hora as pessoas se tornam verdadeiras, sinceras, honestas, tudo o que não foram durante suas vidas. Muitos já tiveram que reconhecer que edificaram sobre a areia, e se entregaram à ilusão e à vaidade e seguiram uma grande mentira durante suas vidas. Aldous Huxley escreve no prefácio do seu livro “Admirável Mundo Novo”, que todas as coisas deveriam ser avaliadas como se estivessem sendo vistas do leito de morte. Pois neste momento nossas máscaras caem, e refletimos o que verdadeiramente somos. Salomão já havia dito o mesmo milhares de anos antes: Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque na casa do luto está o fim de todos os homens, e os vivos  aplicam isso ao seu coração. (Eclesiastes 7: 2). Se até hoje não valorizaste tua família esposa filhos etc. ainda não gastaste teu dinheiro para o bem estar dela e teu próprio, o convido a começar a fazê-lo imediatamente, por que… Louco! Esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Quero te dar um conselho: Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade; porque esta é a tua porção nesta vida, e no teu trabalho, que tu fizeste debaixo do sol. (Eclesiastes 9: 9). Reconheça o valor de cada pessoa e nunca deixe de o dizer. Ezequias ao receber a notícia de sua morte certamente entrou neste conflito que a morte causa no coração dos vivos. Ao receber quinze anos de vida como presente de Deus, creio que Ezequias entendeu o que eu estou tentando te fazer entender agora nestas linhas, CADA DIA É UM MILAGRE.

 

circuncisão, o que significa e pra que serve!

brit-mila-circuncisao.jpg

O que significa

circuncisão?

Para que servia? 

O Dicionário Houaiss define a circuncisão como a “retirada cirúrgica do prepúcio, praticada por razões higiênicas e/ou religiosas”.As “razões religiosas” têm suas raízes no primeiro livro da Bíblia. A lei da circuncisão foi dada a Abraão quando ele tinha 99 anos de idade. Deus associou a circuncisão a duas das grandes promessas:

 Ele faria uma grande nação dos descendentes de Abraão, e

 Daria-lhes uma terra como herança.

Deus mandou que Abraão e seus descendentes guardassem a aliança da circuncisão: “Todo macho entre vós será circuncidado. Circuncidareis a carne do vosso prepúcio; será isso por sinal de aliança entre mim e vós” (Gênesis 17:10-11).

Ele ordenou que circuncidassem os meninos no oitavo dia da vida.Os incircuncisos não participavam dessas promessas de Deus. Não faziam parte do povo escolhido, Israel. Homens de outras nações passavam a participar dos privilégios dos judeus somente quando eram circuncidados (veja Êxodo 12:48). Judeus que negligenciavam este mandamento do Senhor não podiam participar das festas especiais que Deus lhes deu. Um exemplo que mostra a importância da circuncisão se encontra em Josué capítulo 5. Depois da peregrinação no deserto, o povo chegou à terra prometida. Mas, eles não haviam praticado a circuncisão no caminho (5:7). Era necessário fazer a circuncisão de todos os machos (5:8). Somente depois de cumprir esta ordem, eles podiam celebrar a Páscoa, a festa que os lembrou da salvação da nação das mãos dos egípcios (5:10). No dia seguinte, começaram a comer do fruto da terra prometida (5:11-12) e, logo em seguida, começaram a conquistar a terra. Estes dois fatos, ligados especificamente às promessas da nação e da terra, reforçam o significado original da circuncisão.Na igreja primitiva, houve controvérsias acirradas sobre a circuncisão. Alguns judeus convertidos a Cristo acharam que todos os homens teriam que ser circuncidados para participarem das bênçãos em Cristo. Mas Deus nunca disse que as bênçãos espirituais em Cristo dependeriam da circuncisão da carne. Paulo e outros resistiram a essas idéias, e pregaram a salvação pela fé para todos, judeus e gentios (Romanos 3:28-30; Gálatas 5:2,6,11; Colossenses 3:11).Embora a circuncisão não tenha valor religioso hoje, ainda aprendemos lições importantes das instruções dadas aos judeus. No ato da circuncisão, eles se tornaram distintos, e Deus removeu o “opróbrio” do pecado (Josué 5:9). Hoje, ele remove o pecado na circuncisão espiritual quando somos sepultados com Cristo no batismo (Colossenses 2:11-13). “Porque nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos a Deus no Espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne” (Filipenses 3:3). “Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura” (Gálatas 6:15).

 

BRIT MILÁ 

em hebraico: ברית מילה,

 

 

Pacto da Circuncisão no conceito Judaico

 

O Brit Milá é um pacto bi-direcional: o povo judeu compromete-se em cumprir as Leis Divinas e Deus toma conta dele e o protege. A circuncisão é o sinal do Pacto Divino com Avraham (Abrão) para tornar seus descendentes uma grande nação e lhes dar a Terra de Israel.Remover o prepúcio é um procedimento religioso e não médico. Precisa ser feito por um mohel (especialista treinado e atestado profissionalmente) competente e temente a Deus. Um mohel bem conceituado não só é um grande especialista no ato em si, como também entende completamente as implicações espirituais e os requisitos necessários para cumprir esta mitsvá adequadamente. Cabe ao pai a obrigação de introduzir a criança ao Pacto de Avraham. Caso ele não o fizer, a obrigação recai sobre o próprio filho quando ele completar Bar-Mitsvá ao 13 anos de idade.Na cultura judaica, o prepúcio é considerado um obstáculo à santidade. Misticamente, é um bloqueio ao crescimento e entendimento espiritual, enquanto fisicamente, a remoção da orlá (barreira em hebraico) é um lembrete para resguardar energias e paixões para um propósito muito mais nobre e elevado (garantindo a própria continuidade), ao invés de se deixar arrastar por desejos apaixonados que podem degradar e causar a ruína do homem. A meta é ser como Deus, usando o físico para objetivos mais elevados. Da mesma forma que Deus deu a habilidade de aperfeiçoar o lado físico – os corpos – removendo o prepúcio, também deu a habilidade de aperfeiçoar o lado espiritual, a personalidade e o comportamento das pessoas.                                                                                                                                                                

                                                                                                                                                           Compilado por Pr. Luiz Antonio. 

A História da Escola Dominical

Escola Dominical

 

“A minúscula semente de mostarda que se transformou numa grande árvore”

 

Ruth Doris Lemos

 

Sentado a sua mesa de trabalho num domingo em outubro de 1780 o dedicado jornalista, Robert Raikes procurava concentrar-se sobre o editorial que escrevia para o jornal de Gloucester, de propriedade de seu pai. Foi difícil para ele fixar a sua atenção sobre o que estava escrevendo pois os gritos e palavrões das crianças que brincavam na rua, debaixo da sua janela, interrompiam constantemente os seus pensamentos. Quando as brigas tornaram-se acaloradas e as ameaças agressivas, Raikes julgou ser necessário ir à janela e protestar do comportamento das crianças. Todos se acalmaram por poucos minutos, mas logo voltaram às suas brigas e gritos.

Robert Raikes contemplou o quadro em sua frente; enquanto escrevia mais um editorial pedindo reforma no sistema carcerário. Ele conclamava as autoridades sobre a necessidade de recuperar os encarcerados, reabilitando-os através de estudo, cursos, aulas e algo útil enquanto cumpriam suas penas, para que ao saírem da prisão pudessem achar empregos honestos e tornarem-se cidadãos de valor na comunidade. Levantando seus olhos por um momento, começou a pensar sobre o destino das crianças de rua; pequeninos sendo criados sem qualquer estudo que pudesse lhes dar um futuro diferente daquele dos seus pais. Se continuassem dessa maneira, muitos certamente entrariam no caminho do vício, da violência e do crime.

A cidade de Gloucester, no Centro-Oeste da Inglaterra, era um polo industrial com grandes fábricas de têxteis. Raikes sabia que as crianças trabalhavam nas fábricas ao lado dos seus pais, de sol a sol, seis dias por semana. Enquanto os pais descansavam no domingo, do trabalho árduo da semana, as crianças ficavam abandonadas nas ruas buscando seus próprios interesses. Tomavam conta das ruas e praças, brincando, brigando, perturbando o silêncio do sagrado domingo com seu barulho. Naquele tempo não havia escolas públicas na Inglaterra, apenas escolas particulares, privilégio das classes mais abastadas que podiam pagar os custos altos. Assim, as crianças pobres ficaram sem estudar; trabalhando todos os dias nas fábricas, menos aos domingos.

Raikes sentiu-se atribulado no seu espírito ao ver tantas crianças desafortunadas crescendo desta maneira; sem dúvida, ao atingir a maioridade, muitas delas cairiam no mundo do crime. O que ele poderia fazer?

 

Por um futuro melhor

Sentado a sua mesa, e meditando sobre esta situação, um plano nasceu na sua mente. Ele resolveu fazer algo para as crianças pobres, que pudesse mudar seu viver, e garantir-lhes um futuro melhor! Pondo ao lado seu editorial sobre reformas nas prisões, ele começou a escrever sobre as crianças pobres que trabalhavam nas fábricas, sem oportunidade para estudar e se preparar para uma vida melhor. Quanto mais ele escrevia, mais sentia-se empolgado com seu plano de ajudar as crianças. Ele resolveu neste primeiro editorial somente chamar atenção à condição deplorável dos pequeninos, e no próximo ele apresentaria uma solução que estava tomando forma na sua mente.

Quando leram seu editorial, houve alguns que sentiram pena das crianças, outros que acharam que o jornal deveria se preocupar com assuntos mais importantes do que crianças, sobretudo, filhos dos operários pobres! Mas Robert Raikes tinha um sonho, e este estava enchendo seu coração e seus pensamentos cada vez mais! No próximo editorial, expôs seu plano de começar aulas de alfabetização, linguagem, gramática, matemática, e religião para as crianças, durante algumas horas de domingo. Fez um apelo através do jornal, para mulheres com preparo intelectual e dispostas a ajudar-lhes neste projeto, dando aulas nos seus lares. Dias depois um sacerdote anglicano indicou professoras da sua paróquia para o trabalho.

O entusiasmo das crianças era comovente e contagiante. Algumas não aceitaram trocar a sua liberdade de domingo, por ficar sentadas na sala de aula, mas eventualmente todos estavam aprendendo a ler, escrever e fazer as somas de aritmética. As histórias e lições bíblicas eram os momentos mais esperados e gostosos de todo o currículo. Em pouco tempo, as crianças aprenderam não somente da Bíblia, mas lições de moral, ética, e educação religiosa. Era uma verdadeira educação cristã.

Robert Raikes, este grande homem de visão humanitária, não somente fazia campanhas através de seu jornal para angariar doações de material escolar, mas também agasalhos, roupas, sapatos para as crianças pobres, bem como mantimentos para preparar-lhes um bom almoço aos domingos. Ele foi visto freqüentemente acompanhado de seu fiel servo, andando sob a neve, com sua lanterna nas noites frias de inverno. Raikes fazia isto nos redutos mais pobres da cidade para levar agasalho e alimento para crianças de rua que morreriam de frio se ninguém cuidasse delas; conduzindo-as para sua casa, até encontrar um lar para elas.

As crianças se reuniam nas praças, ruas e em casas particulares. Robert Raikes pagava um pequeno salário às professoras que necessitavam, outras pagavam suas despesas do seu próprio bolso. Havia, também, algumas pessoas altruistas da cidade, que contribuíam oara este nobre esforço.

 

Movimento mundial

No começo Raikes encontrou resistência ao seu trabalho, entre aqueles que ele menos esperava – os líderes das igrejas. Achavam que ele estava profanando o domingo sagrado, e profanando as suas igrejas com as crianças ainda não comportadas. Havia nestas aturas, algumas igrejas que estavam abrindo as suas portas para classes bíblicas dominicais, vendo o efeito salutar que estas tinham sobre as crianças e jovens da cidade. Grandes homens da igreja, tais como João Wesley, o fundador do metodismo, logo ingressaram entusiasticamente na obra de Raikes, julgando-a ser um dos trabalhos mais eficientes para o ensino da Bíblia.

As classes bíblicas começaram a se propagar rapidamente por cidades vizinhas e, finalmente, para todo o país. Quatro anos após a fundação, a Escola Dominical já tinha mais de 250 mil alunos, e quando Robert Raikes faleceu em 1811, já havia na Escola Dominical 400 mil alunos matriculados.

A primeira Associação da Escola Dominical foi fundada na Inglaterra em 1785, e no mesmo ano, a União das Escolas Dominicais foi fundada nos Estados Unidos. Embora o trabalho tivesse começado em 1780, a organização da Escola Dominical em caráter permanente, data de 1782. No dia 3 de novembro de 1783 é celebrada a data de fundação da Escola Dominical. Entre as igrejas protestantes, a Metodista se destaca como a pioneira da obra de educação religiosa. Em grande parte,  esta visão se deve ao seu dinâmico fundador João Wesley, que viu o potencial espiritual da Escola Dominical, e logo a incorporou ao grande movimento sob sua liderança.

A Escola Bíblica Dominical surgiu no Brasil em 1855, em Petrópolis (RJ). O jovem casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley, chegou ao Brasil naquele ano, e logo instalou uma escola para ensinar a Bíblia para as crianças e jovens daquela região. A primeira aula foi realizada no domingo, 19 de agosto de 1855. Somente cinco participaram, mas Sarah, contente com “pequenos começos” contou a história de Jonas, mais com gestos, do que palavras, porque estava só começando a aprender o português. Mas, ela viu tantas crianças pelas ruas, e seu coração almejava ganhá-las para Jesus. A semente do Evangelho foi plantada em solo fértil.

Com o passar do tempo aumentou tanto o número de pessoas estudando a Bíblia, que o missionário Kalley  iniciou aulas para jovens e adultos. Vendo o crescimento, os Kalleys resolveram mudar para o Rio de Janeiro, para dar uma continuidade melhor ao trabalho e aumentar o alcance do mesmo.  Este humilde começo de aulas bíblicas dominicais deu início à Igreja Evangélica Congregacional no Brasil.

No mundo, há muitas coisas que pessoas sinceras e humanitárias fazem, sem pensar ou imaginar a extensão de influência que seus atos podem ter. Certamente, Robert Raikes nunca imaginou que as simples aulas que ele começou entre crianças pobres, analfabetas da sua cidade, no interior da Inglaterra, iriam crescer para ser um grande movimento mundial. Hoje, a Escola Dominical conta com mais de 60 milhões de alunos matriculados, em mais de 500 mil igrejas protestantes no mundo. É a minúscula semente de mostarda plantada e regada, que cresceu para ser uma grande árvore cujos galhos estendem-se ao redor do globo.

 

 

Ruth Dorris Lemos é missionária norte-americana em atividade no Brasil, jornalista, professora de Teologia e uma das fundadoras do Instituto Bíblico da Assembléia de Deus (IBAD), em Pindamonhangaba (SP)

 

 

 

 

Fotos

 

Crédito: Igreja Evangélica Fluminense

 

Legenda: Os missionários Robert e Sarah Kalley, instrumentos usados por Deus para fundar a Escola Dominical no Brasil

 

 

Crédito: Gernheim/Igreja Evangélica Fluminense

Legenda: Residência do casal Kalley, em Petrópolis, onde funcionou a primeira aula de Escola Dominical.

 

Missionários no Brasil

Orem por estes valente de Jeová! Eles estão em todo o território nacional fazendo a obra do Pai.

ACRE

 

JORGE LUIZ SANTOS CRUZ
RUTH EMILIA DE SOUZA MORAIS CRUZ
 

 

ALAGOAS

 

VERA LÚCIA MATTOS 

 

AMAPÁ

 

ALEXANDRE FERNANDES BARBOSA
ANA PAULA SANTOS ALBUQUERQUE MELO SEVERINO
CARLA ANDRÉA BASTOS FERNANDES
DIRCEU BONONO SEVERINO
GRACIELY BRAGANÇA CHAVES
MARCOS CARVALHO CHAVES
 

 

AMAZONAS

 

ALYSSON BORGES REIS
CRISTIANE MÁRCIA ANDRADE SANTOS LIRA
MIRIÃ FLORES FRANCISCO BORGES REIS
 

 

BAHIA

 

CLÁUDIA SUZANA RIBEIRO
EDSON BARBOSA SOUZA
ELENIR PARDO COIMBRA
GERSON DE ASSIS PERRUCI
GIZALVA ALVES DE MENEZES SILVA
IVONILDE RAMOS DA SILVA CORDEIRO
LIZETE DE SOUZA PERRUCI
RISUETE DA SILVA
TIANDRA DA SILVA CORREIA
VALDELICE DOS SANTOS SOUZA
 

 

CEARÁ

 

  

 

VICENTE FELIX DA SILVA                              RITA MARIA F. A. M. SILVA                                     
ANA PAULA AMORIM
ANÁLIA DE LOURDES SANTOS
ANTONIO MARCOS CORREA XAVIER
ARIENE GLÁUCIA DA SILVA MACHADO
EDNA MARIA MOREIRA DA SILVA
FRANCISCO WASHINGTON OLIVEIRA
IVONEIDE NAIR DA SILVA
IZAÍAS EMÍDIO MACHADO
LEOCÍDIA NILA DE JESUS
MARCIA XAVIER DE MOURA XAVIER
MARIA DE FÁTIMA FERNANDES SILVEIRA OLIVEIRA
MARINELIA LOPES AMARAL
SEBASTIANA DA SILVA SOUSA
WILSON MARTINS DA SILVA
ZILANDA DA COSTA MAURÍCIO

DISTRITO FEDERAL

 

ANA MARIA PEREIRA DA SILVA
VALDIR SOARES DA SILVA
 

 

ESPÍRITO SANTO

 

LAUDECÉIA MIRANDOLA 

 

GOIÁS

 

DILENE NASCIMENTO RODRIGUES
GEREMIAS ROCHA DA SILVA
MARCIANITA CUNHA DE MENDONÇA
MARIA CONCEIÇÃO FERREIRA DA SILVA
SOLANGE MARIA GOMES
 

 

MARANHÃO

 

DEMILDA NUNES LIMA
EVERLI NASCIMENTO DE BARROS
HELENA DIVINA DE MORAIS
ISAÍAS PEREIRA LIMA
MARINETE FERREIRA DE SOUSA
 

 

MATO GROSSO

 

ADEMAR ALVES DOS ANJOS JR.
ILSE SINIAK DOS ANJOS
MARILENE DIAS SILVA MOREIRA
RUBENS DE SOUSA MOREIRA
 

 

MINAS GERAIS

 

CLÁUDIA REGINA S. RIBEIRO DE SOUZA
CLÉBER SEBASTIÃO FARIA DE SOUZA
DAYSE MARY DE ALMEIDA COELHO
ELDAS CALDEIRA DA SILVA CRUZ
ELI ANTONIO DA CRUZ
ELIANE MARIA RAMOS DOS SANTOS
ELISETE FERREIRA PAES MACEDO
ERENITA CARVALHO DE SÁ DE ALMEIDA
ERINETE CARVALHO DE SÁ MEDEIROS
FERNANDO RIBEIRO DE ARÊDE JÚNIOR
FRANCISCO VIEIRA MEDEIROS
GILBERTO DA SILVA OLIVEIRA
IDINALVA ANDRADE DOS REIS ARÊDE
JAINE SILVA FELICIANO
JONAS COELHO DA SILVA
JOSÉ CARLOS AZEVEDO DE ALMEIDA
LUCIENE PIRES DOS SANTOS
MARIA ANGÉLICA DA SILVA OLIVEIRA
PAULO ROBERTO MACEDO
ROSANGELA MARIA NOVAES RANGEL
SILAS DUARTE DOS SANTOS
 

 

PARÁ

 

AURIDÉIA SANTOS FERREIRA
DIRCE JOSÉ DE SOUZA
EDINA MARIA SANTOS PRADO
LUIS GONZAGA FERREIRA
 

 

PARAÍBA

 

ALDA GOMES DA SILVA
ANGELINA FALCOCHIO COURA
CIRINO REFOSCO
EMÍDIO SANTANA COURA
ISAÍAS VIEIRA COELHO
JOÃO SANTANA DOS SANTOS
LISONETE FLÓRIO DOS SANTOS
OLÍVIA VENÂNCIA DOS SANTOS SOUZA COELHO
REGINA HELENA FERREIRA REFOSCO
ROZÉLIA OLIVEIRA ARAÚJO
 

 

PARANÁ

 

ALEXANDRE MONTEIRO SANTOS
CLÁUDIO GOMES RIBEIRO
LUCIANA BORGES RIBEIRO
MÁRCIA DE ALMEIDA SANTANA
MÁRCIA SAYURI YAMAMOTO SHIMURA
MÁRIO IGOR SHIMURA
VALDIR TOMÉ
YANINA ANDREA PALERMO DE SANTOS
 

 

PERNAMBUCO

 

JOSETHE SOUZA MARQUES
LUCIANA GRACIETE GOUVEIA DA CONCEIÇÃO
RAY MILLER DA CONCEIÇÃO
 

 

PIAUÍ

 

ELIZABETE RODRIGUES DA CRUZ
EUSTÁCIO CORREIA DE CASTRO
JAIR DA CRUZ
LENIR OLIVEIRA DE CASTRO
 

 

RIO DE JANEIRO

 

AIDETE BRUM DA COSTA
ÉRIKA NUNES DOS SANTOS
EUNICE BARBOSA CORREA
GISLAINE MONTEIRO FREITAS
JEREMIAS NUNES DOS SANTOS
MARÍLIA MORAES MANHÃES
NILTON ANTÔNIO DE SOUZA
ROSELI ALVES DOS SANTOS
SANDRA MARA DE S. LUZ DE SOUZA
VALDEVAL DE ALMEIDA SANTOS
ZANDRA QUEILA DA SILVA QUEIROZ
 

 

RIO GRANDE DO NORTE

 

ELIEL DOS REIS SILVA
ELIZABETH BERTO OLIVEIRA DE PONTES
JOSÉ ROBSON DANTAS BEZERRA
LÍDIA SÂNZIA DE FRANÇA SILVA
MANOEL SOARES MOREIRA
MARCOLINO JUSTINO DE PONTES JÚNIOR
MARIZA JOSÉ SOARES
MARTA LUCINETE DA SILVA MOREIRA
NOEMIA BARBOSA MARQUES
ROSA MARIA TELES
ROSILENE RODRIGUES VIEIRA
 

 

RIO GRANDE DO SUL

 

BARBARA DA CONCEIÇÃO ARAÚJO
CLÁUDIO JOSÉ FARIAS DE SOUZA
DAVID MENDONÇA CARDOSO ARAÚJO
JOACYR MAGIOLI
JORGE SOUZA GARCIA
KELLEN CUNHA DE SIQUEIRA BENÍCIO
LAURETE DE AGUILAR GARCIA
MARCUS DA SILVA BENÍCIO
MARLY TAVARES PINHEIRO DE SOUZA
ROSÂNGELA SILVA MAGIOLI
 

 

RONDÔNIA

 

ADELCI ROSA SALES
ILMA REGINA CASTRO SARAMAGO DE SOUZA
JOEL CARLOS SILVA
LEANDRA MARIA BRAGA SALES
MARIA APARECIDA AMÂNCIO SILVA
SAMUEL GONÇALVES DE SOUZA
 

 

RORAIMA

 

ELIAS DE OLIVEIRA TAETS
NARA RUBIA DA SILVA COELHO TAETS
 

 

SANTA CATARINA

 

ENILCE DE AZEREDO
MARIA ELISABETE DE MELO
RONILCE RIBEIRO FERREIRA
SILAS HONORATO MARTINS
 

 

SÃO PAULO

 

ANA MÉRCIA DOS SANTOS
ANTÔNIO ROBERTO PINTO
EXEQUIAS CERQUEIRA SANTOS
JAQUELINE DE CARVALHO AUGUSTO
MARIA DO AMPARO MATOS PINTO
MARIA HELENA LEÃO SANTOS
ODETH BRITES MOREIRA
SÔNIA DE FÁTIMA FRANCISCO
SUELY DE SOUZA LIMA
 

 

SERGIPE

 

EDSON JOSÉ CERQUEIRA
LEVI LOPES
MARIA DO SOCORRO DINIZ
ROSA COSTA DOS SANTOS
RUTH MARIANO CERQUEIRA
SHIRLEY DOS SANTOS SOUZA E LOPES
VANESSA CRISTINA DA COSTA
 

 

TOCANTINS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os piores erros, contradições e falhas da Bíblia

Os erros, contradições e falhas da Bíblia

 Muitos gostam de enfatizar em discussões os supostos erros da bíblia.

Pois bem, a estas pessoas cujas vidas são uma constante indagação, fizemos o favor de relacionar alguns dos piores erros da Bíblia. amor infalível de Deus.

o primeiro erro foi quando Eva duvidou da Palavra de Deus;
o segundo erro aconteceu quando seu esposo fez o mesmo;
e assim erros e mais erros ainda estão sendo cometidos… porque as pessoas insistem em duvidar da Palavra de Deus.

A Bíblia está CHEIA de contradições

Ela contradiz o orgulho e o preconceito;
Ela contradiz a lascívia e a desobediência;
Ela contradiz o seu pecado e o meu.

A Bíblia está CHEIA de falhas

Porque Ela é o relato de pessoas que falharam muitas vezes;
assim foi com a falha de Adão;
com a falha de Caim;
e a de Moisés;
bem como a falha de Davi e a de muitos outros que também falharam.

Mas Ela é também o relato do

Deus não ESCREVEU a Bíblia

Para pessoas que querem jogar com as palavras;
para aqueles que gostam de examinar o que é bom mas sem faze-lo para o homem que não acredita porque não quer.

O homem moderno DESCARTOU os ensinamentos da Bíblia pelas mesmas razões que outros homens têm descartado através da historia, por grande ignorância à sua verdadeira mensagem e conteúdo.
O homem no seu caminho de rebelião contra Deus o homem está indo de mal a pior sem se voltar a Deus pelo texto da Bíblia

Somente uma pessoa PRECONCEITUOSA acreditaria que:

Para milhares que não se arriscam a ser  honestos consigo mesmos e com Deus; para os que tem medo de aceitar o desafio do próprio Deus a um exame honesto; para os que não querem examiná-la a fundo porque Ela diz verdadeiramente como os homens são, os ensinamentos da Bíblia são passados e irracionais, sendo princípios arcaicos e sem propósito.

A Bíblia é a carta magna de DEUS, o mais claro caminho para se conhecer o Criador, lâmpada para os teus pés conforme salmos 119,105 a única verdade conforme João 17,17 e você pode ENTENDER e CONFIAR no que a Bíblia diz ou encarar face a face o seu AUTOR no juízo final!

 

Seleção Dos Vocacionados

SELEÇÃO DOS VOCACIONADOS

      A missão começa quando nós experimentamos uma intimidade autêntica com Deus, quando vivemos uma experiência viva com Ele, que nos leva a compreender seu amor, sua graça e sua bondade, como ocorreu com Isaias no capítulo 6 do seu livro. Buscar uma experiência viva com Deus não é uma atitude fácil, não mesmo, mas precisamos buscá-la, seguindo o exemplo dos cristãos do primeiro século.

Com relação à obra missionária a igreja local deve estar sempre orando e empreendendo todos os esforços para levar o Evangelho à sua rua e também até os confins da terra através de missionários enviados por esta igreja. Cabe à igreja local a seleção e envio dos missionários. Esta tarefa é da Igreja Local e não de uma agência missionária ou do departamento de missões que existe para amparar dar suporte, ajudar no treinamento e até sustentar missionários. O departamento de missões administra no âmbito local nacional e até internacional as finanças, sustentos e estratégias missionárias, coopera com a Igreja Local no que diz respeito ao preparo e envio dos missionários, mas a seleção e o envio cabem à Igreja Local. Cabe ainda a Igreja Local a responsabilidade de orar e contribuir para o missionário, dando lhe assistência financeira, moral, emocional e espiritual de que precisa.

Com relação à seleção dos vocacionados, é a Igreja Local quem conhece o candidato, sua vida, seu caráter, seu trabalho e até o seu relacionamento com outras pessoas e também com Deus. É ela que sabe se o candidato é realmente vocacionado, ou se procura apenas uma porta de escape de uma vida ministerial frustrada.

O vocacionado para a obra missionária  não pode ser alguém que fique parado, pensando que só deva se envolver com a evangelização e discipulado quando estiver no campo, pois se ele não faz nada aqui, fará menos ainda no campo onde estará sozinho e onde as pressões espirituais serão maiores sobre sua vida.

Missões também não é a porta de escape para se livrar daquele crente problemático. Para missões se envia o melhor, e não aquela pessoa que vive dando problemas, estas pessoas devem permanecer na Igreja Local e ali serem tratadas. Também não é um curso de missão transcultural que capacita um obreiro ao campo, mas sim o Espírito Santo Supremo diretor de missões. A obra missionária não deve servir como um reformatório, ou casa de recuperação. Devem ser enviados ao campo aqueles missionários que têm uma chamada genuína, e uma profunda paixão pelas almas perdidas, devem ser enviados aqueles que a Igreja Local considere os melhores, e que farão falta quando se ausentarem dela. Foi isto o que o próprio Deus Pai fez, não enviou nenhum anjo, mas mandou o seu próprio Filho. E é assim que ele deseja que a obra missionária seja realizada. Sigamos o Seu exemplo!

Aos amados pastores da IPRR onde quer que ela esteja, busquem uma experiência com Deus no que diz respeito a missões, os responsáveis locais pelos cultos missionários em cada uma de nossas igrejas não esperem pelo departamento nacional de missões, façam a obra, é missão de cada igreja local.  Deus abençoe a RENOVAÇÃO dos REMIDOS.

                                                                                                 Pastor Luiz Antonio.