Manual de Evangelismo ar Livre.

Manual Do Pregador Ao Ar Livre

 

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. (Isaías 58:1). 

 

 

Proclamar o evangelho publicamente (como também de casa em casa!):

 

 

a)      Estamos como nos dias em que Jeremias foi ordenado a pregar. A nação afundada em pecado.     b) Estamos nas mesmas condições dos dias de Noé; de Jonas; de Zacarias (7:11) “Eles, porém, não quiseram escutar, e deram-me o ombro rebelde, e ensurdeceram os seus ouvidos, para que não ouvissem.”   

c)  Estamos nas mesmas condições dos dias de Ezequiel, o Senhor claramente lhe disse que o povo não o ouviria, se rebelaria, odiaria Ezequiel e sua mensagem, portanto odiaria Deus. Mesmo assim Ezequiel se ergueu na brecha e bradou “Assim diz o Senhor DEUS”, e todos conheceram que havia um profeta entre eles.    d) Pregação ao ar livre é indispensável para dar EQUILÍBRIO a qualquer ministro ou ministério. Em  3 anos (sem rádio, TV, jornal, fitas, internet,) Paulo levou o evangelho completo a cada um dos 300.000 habitantes de Éfeso!!! Como? “publicamente e pelas casas”, “com lágrimas”, “noite e dia”.    … 20 Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar PUBLICAMENTE e PELAS CASAS, 21 Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo. … 26 Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de TODOS. 27 Porque nunca deixei de vos anunciar TODO o conselho de Deus. … 31 Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. (Atos 20:17-31)  

e) Pregação ao ar livre foi o que deu equilíbrio e fez grandes (o homem e o ministério): Savonarola, Lutero, Calvino, Whitefield, Wesley, Booth, Sunday, J. Frank Norris, etc., etc., etc.

 

 

 

Ética na Pregação Ao Ar Livre. 

Mas faça-se tudo decentemente e com ordem. (1 Coríntios 14:40) 

HONRA na Pregação ao ar livre.   

 

 

 

Todavia, não há coroa exceto se lutarmos de acordo com a ética, e as regras de Deus.    Vamos tomar cuidado para não trazermos  vergonha a nós mesmos, e à obra de Deus … 

HERANÇA da PREGAÇÃO AO AR LIVRE.    

Honremos a maravilhosa herança que recebemos (desde os apóstolos, passando por Savonarola, Lutero, Calvino, Whitefield, Wesley, até quem pessoalmente nos deu exemplo e inspirou).   Construamos cuidadosamente o bom nome e herança que passaremos às gerações futuras. 

 

INFERNO E CÉU são decididos na Pregação ao ar livre!   

Há pregadores ao ar livre que são briguentos, cheios de ódio, cumprem dever farisaicamente, só falam de condenação, são insensíveis, sem compaixão, a mensagem ao ar livre não consiste nisso, ela deve ser uma mensagem de amor de verdade que revele Jesus “O Caminho para o Céu”.   Devemos Pregar toda a verdade, mas com COMPAIXÃO tão profunda e tão sincera que possa mover o nosso próprio e o coração dos ouvintes. 

 

 

O que é DESACONSELHÁVEL, na Pregação ao ar livre! 

  • É desaconselhável Palavras e Voz Desagradáveis: ofensivas, irritantes, grosseiras, impensadas, sem tato.
  • É desaconselhável Concentrar-se Somente em Repreender (isto ao ar livre é pedir guerra) sua missão é anunciar a salvação, não provocar o pecador.
  • É desaconselhável usar palavras de baixo calão. Jamais em sua pregação ao ar livre cite nomes de autoridades a não ser para elogiá-las!
  • É ilegal uma Pregação que se caracterize por ser diretamente contra determinados indivíduos (citando seus nomes) ou contra grupos raciais, ou usando palavras infamatórias e injuriosas. JAMAIS FAÇA ISSO AO AR LIVRE.

 Jamais mexa com a religião das pessoas, pregue Jesus poderoso para salvar. 

Expressão Facial De cara de delegado não é aconselhável, a expressão facial deve refletir o amor ao pecador! Afinal acho que foi o gozo de falar do Céu que te levou ao ar livre não foi?

  • Tenha respeito pelo pecador ao adverti-lo do Inferno; compaixão ao falar de pecado, Seja sempre firme e use sempre a COMPAIXÃO, Seja vigoroso nos gestos faça uso de voz firme e agradável.
  • Jamais Pregar Suas Debatíveis Opiniões Humanas: Pregue o EVANGELHO. E pregue somente aquilo que é INDISCUTIVELMENTE BIBLICO, somente o que a Palavra de Deus DIZ.
  • Pregar fora dessas regras é pedir para  Arranjar Confusão Ou Ser Preso. 
  • É desaconselhável Pregar em local e tempo inapropriados. Não se esqueça que o culto será ao ar livre e que certamente incomodará muita gente; portanto de preferência que ocorra em praças públicas, ou em lugar autorizados. Você pode pegar autorização na delegacia para que o culto ocorra com segurança caso queira!  
  • É ilegal Pregar, por exemplo, em frente a hospitais, escolas em horário de aula, comício, funerais, etc.
  • Procure não fazer uma pregação longa demais!

  Vigiai, estai firmes na fé; portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos. (1 Coríntios 16:13) 

No que depender de você jamais contenda com alguém num culto ao ar livre, porque ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor.     

Como lidar com os perturbadores?  

a)     A pregação não deve parar: Os irmãos que não estão pregando lidem o mais sabiamente possível com o perturbador.   

b) Seja tão cortês quanto possível, mas firme, não demonstre medo, e não pare diante da dificuldade! (se pararmos a CADA dificuldade, nunca faremos a obra).    

c) E se alguém quiser agredir você sua esposa ou filhos, a auto-defesa é justa; deixo isto entre você e Deus, mas não despreze quem agir diferentemente não usando a auto-defesa, lembre-se que os planos de Deus podem ser diferentes para cada ocasião.  Estevão escolheu não resistir. Já Pedro levava uma arma e a usou. (Pense bem antes de agir, ações trazem conseqüências) (Tit 3:10 “Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o”). 

Evangelizando com folhetos

Você sabia, que João Ferreira de Almeida, o irmão que traduziu a Bíblia do Latim para a língua portuguesa, converteu-se a Jesus quando leu um folheto sobre “As diferenças entre o Catolicismo e o Cristianismo”? Então querido irmão, não devemos ignorar essa tão preciosa ferramenta que Deus tem colocado a nossa disposição. 

 

O que fazer antes de entregar um folheto? 

1º – Leia todos os folhetos que pretende entregar, se for mais de um título utilizado, pois pode ocorrer que você seja questionado acerca do assunto que há nele. Imagine a pessoa a quem você vai entregar um folheto lhe perguntando algo sobre ele e você não tendo conhecimento do conteúdo, é grave não é? Portanto leia-o. 

 

 

3º – Não entregue os folhetos como se estivesse distribuindo uma propaganda deste mundo, sempre pergunte: “O senhor (a) aceita ler uma mensagem da Palavra de Deus?”. Se a pessoa lhe responder verbalmente “sim”, entregue o folheto. Você não deve ter medo de ninguém, pois em Ezequiel 3:9 diz: “Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde.” ofereça gentilmente, nunca force, nem insista, nem discuta, nem responda com grosseria, nem se sinta ofendido.  

Lembremos constantemente que somos embaixadores e representamos o Senhor Jesus Cristo! Nosso comportamento afeta todo o Seu Corpo e pode continuar a se refletir por toda a eternidade! 2 Cor. 5:20. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse.

Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. (2 Coríntios 5:20)
 

Legalidade 

Constituição federal: Art. 5º – VI è inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção a locais de culto e a suas liturgias;VII – É assegurada nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares e de internação coletiva.

Pergunta:

Como conciliar estes versos aparentemente contraditórios?   

Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. (Atos 5:29 )   13 Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; 14 Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem. (1 Pedro 2:13-14)  

Resposta:

Quando as leis dos homens conflitam frontal e incontornavelmente com as de Deus, então obedeça as de Deus, não importam as conseqüências.
Nos demais casos, obedeça às leis dos governos (LEMBRE-SE: NÃO vivemos em Israel sob Teocracia! Até Cristo tolerou a lei romana em Mar 12:14-17; João 8:1-12; etc.). 
Se você quer procurar ser “mártir”, ser preso ou até linchado, por boa causa, isto é entre você e Deus, Mas deixe sua igreja fora dessa guerra pessoal!


A- Orientação para você Pregador ao ar livre!  

 

Em caso de polícia.

 

 

– Se você seguir todos estes conselhos, eu particularmente acredito que não terá problemas: caso aja interferência da polícia, então os irmãos que não estão pregando tentem respeitosamente resolver o problema, para que a pregação não pare.
– Mas, se for formalmente, exigido, não resista: pare de pregar imediatamente.
– Todo o comportamento do pregador, no máximo deve levar à acusação de pregar ao ar livre. (Nunca a de resistir à prisão, incentivar conflitos, etc.).
– Se possível, tenha tudo gravado. E tenha boas, sábias e imparciais testemunhas. – Não se apavore, provavelmente a queixa que alguém prestou vai resultar apenas no fato notório de que ele não gostou do que ouviu, e no máximo o delegado tentará estabelecer se você teve alguma “conduta inapropriada”, no máximo lhe acusará disto, não realmente de um “crime”. Em caso de ser conduzido à delegacia lide com tudo sabiamente, (caso haja algum irmão advogado presente solicite a ele que o acompanhe!), provavelmente será libertado logo depois do interrogatório.– Leia o que tiver que assinar, não reconheça nada que não é total verdade, a “pior” acusação deveria ser somente que você pregou ao ar livre! 
 

 Como deve ser administrado o culto ao livre?

 

O culto ao ar livre não é como o culto da igreja, somente pessoas selecionadas e que hajam com sabedoria devem falar. (lembre-se de tudo o que já leu acima). O dirigente desse culto pode ser o pastor local, o diretor de missões, ou ainda alguém devidamente capacitado e orientado. – 90% das mensagens devem ser tipicamente sobre salvação (isto também pode incluir a 2a. vinda de Cristo, a condenação, etc., mas sempre com compaixão e oferecendo ao pecador a salvação). – Os louvores a Deus devem ser aqueles que tenham mensagem de salvação.

Posicionamento

 

Encontre um local onde haja um bom número de pessoas, em condições legais e favoráveis: pontos de ônibus, praças, proximidades de feiras, filas de eventos, anfiteatros, (fora do “local e horário do Diabo”), etc. 

Projeção

 

Sonde seu coração e ache o que você deve e deseja projetar. Isto determinará sua aparência, sua mensagem, sua atitude, seu relacionamento com os ouvintes, e seu resultado.Evite só querer se desincumbir de sua missão, farisaica e mecanicamente, sem realmente orar e esperar por resultados, principalmente por salvações. Pregue esperando o Senhor tocar corações e mudar vidas de um modo poderoso. 

Proteção

 

A Pregação ao ar livre é o ministério mais vulnerável fisicamente!!! Temos que depender 100% no Senhor!!! Mesmo assim, aqui estão umas poucas regras de proteção. a) “De dois em dois”: Um prega e o outro cuida das ameaças ou obstáculos ou distrações que poderiam prejudicar a pregação. b) Posicionar-se com suas costas encostadas (ou quase encostadas) a um prédio é bom tanto para sua segurança quando para projeção de sua voz e mensagem.c) Se há mulheres e crianças na sua equipe, sempre as mantenha debaixo da visão sua e dos irmãos.d) Não aconselhamos levar nenhuma arma, nem mesmo pedaço de madeira.  

 

 

Proclamação

Encontre uma posição um pouco mais elevada que a das pessoas que lhe ouvirão. Fique de pé, porte-se varonilmente, seja elegante e faça a obra. Use somente 30% da potência de um P. A. de até 200 Watts RMS).Fale bem claro, explicado e devagar, no tom menos agudo que puder, sem emoção descontrolada, mas em timbre educado, controlado, agradável.Não permita à sua voz ficar rouca, irritante, esganiçada ou quebrada: Pare antes que isto aconteça.Fale na direção das pessoas e almejando ser ouvido por elas! Visualize sua voz saindo de sua boca e entrando pelas janelas distantes.

Música

 

– Cada reunião ao ar livre deve começar e terminar com oração.  

 

 

  • Faça o apelo aos descrentes e desviados.
  • Convide as pessoas a receberem a oração da fé.
  • Ore pelas as almas que foram salvas.
  • Ore pelos enfermos que estiverem presentes.
  • Enfim ore por todos os que ouviram a mensagem de perto e de longe, e faça isso de modo que as pessoas percebam que você se preocupa com eles.

 Resultados 

Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. 19 Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. 20 Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. (João 15:18-20).
6 Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. 7 Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. (1 Coríntios 3:6-7) 
 

Salvação é Proclamada

– A Bíblia não nos ordenou ganhar almas, mas somente sermos testemunhas. – Se você for fiel em testemunhar, já por isto será pleno sucesso aos olhos do Senhor e será plenamente galardoado. – Jeremias não teve nenhum convertido até depois que morreu. Com Ezequiel e outros também foi assim ou quase assim. Noé foi tão excepcionalmente bom pregador que é o único a quem Deus chama de “pregoeiro da justiça” (2Pe 2:5). Ele pregou 120 anos, mas só mais 7 adultos quiseram segui-lo na Arca. Etc. Mas o conforto e motivação de todo pregoeiro ainda é o de Eze 2:5 “… hão de saber, contudo, que esteve no meio deles um profeta”.  

Almas são Salvas

Todos nós amamos com muita emoção os pregadores ao ar livre, especialmente aqueles que amam os pecadores das ruas.
Por favor, ore para que Deus continue a quebrar nossos corações em favor dos pecadores e das almas perdidas nas ruas do Brasil.
“Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.” (Sal 126:6).   

Eu Pastor Luiz Antonio tenho sincero e profundo respeito por aquelas pessoas que com ousadia levam publicamente a viva palavra de Cristo aos pecadores. E os considero infinitamente maiores do que eu mesmo! Que Deus em sua infinita graça abençoe ricamente os pregadores ao ar livre.                                            

 

 

              Estudo compilado por Pastor Luiz Antonio.

 

A música é valiosíssima para a Pregação ao ar livre., instantaneamente construindo um relacionamento, uma empatia, e dispondo os ouvintes para a mensagem. Desde que seja boa e sacra música.  Violões e guitarras não se projetam bem caso não sejam usados com decência. Trombones são difíceis para cantarmos juntamente com eles, mas ganham a atenção de muitos. Acordeom talvez seja o instrumento ideal: não precisa de eletricidade, atinge longe, é vivo e alegre, é bom para cantar junto com ele. Ponha tanta gente para cantar quanto possível [isto é muito melhor que solos e “especiais”, que muitas vezes promovem “estrelismo” e carnalidade dos cantores].Prefira os hinos mais antigos & conhecidos possíveis, verá que até os descrentes vão cantarolar partes deles: “Glória, glória aleluia”, “Foi na cruz, foi na cruz que meus olhos abri”, “Rude Cruz”, etc.A única e mais forte ferramenta do pregador ao ar livre é a Bíblia e a pregação! Não são hinos, músicas, etc. tudo o mais fora a Bíblia e a pregação são apetrechos. 

Não tomem o tempo da pregação, como já disse ela é a maior arma!     

Oração

 

 É aconselhável que sua voz não incomode dentro de propriedade privada (shopping, casa de shows, etc.)

O Som ao ar livre
 
 

Pode trazer problemas caso seja mau regulado ou esteja auto demais! Use volume adequado! Procure não incomodar muito a vizinhança; lembre-se queremos ganhá-los não brigar com eles!Ademais os auto-falantes só foram criados em 1920, antes deles desde Jesus até hoje a obra foi feita sem problemas, aliás com menos problemas devo dizer!
   3. Nunca realize um culto ao ar livre à noite, após as 18:00, ou cedo demais antes das 9:00 ou 10:00 da manhã, tenha dó de quem trabalha e está dormindo um pouquinho a mais! (Risos)

A Constituição dá-nos liberdade de expressão (falar e escrever) e de praticarmos nossa religião.
Mas há outras leis que disciplinam e podem limitar ou impedir o exercício desses direitos, se seus inimigos puderem alegar que você está: a) Perturbando a paz, desafiando, provocando, incitando outros grupos a reações agressivas;
b) Injuriando, insultando, provocando, ofendendo a religião ou crença ou raça ou convicções de outros.
c) Ultrapassando 85 decibéis (lei Nº 126, de 10.5.77), por mais de 2 minutos, nunca das 18:00 às 7:30 h, nunca em frente a hospitais/clínicas, escolas, igrejas, etc.
d) Agindo como desocupado que perambula a esmo ou se ajunta em grupo, pior ainda se perturbando (mesmo que inconscientemente) as atividades normais das pessoas. (ande sempre com alguma prova de que é um trabalhador).
e) Conduzindo-se com desordem; 
f) Prejudicando a locomoção normal. 
 

 

2º – Antes de começar a entregar os folhetos, ore e peça direção a Deus de como e onde realizar o evangelismo, principalmente se você vai fazer um evangelismo pessoal. Evangelismo pessoal é aquele em que você gasta tempo com a pessoa que recebe o folheto pregando pra ela, e que é bem diferente de simplesmente sair distribuindo folhetos. Após entregar o folheto Interceda em oração pelas pessoas que lerão os folhetos.  

 

 

 

Pregação ao ar livre é alta honra.   

 

Cada pregador da Bíblia, de Noé a João, foi um pregador ao ar livre. Mais de 90% dos sermões pregados tanto no AT quanto no NT foram pregados ao ar livre, para uma audiência ampla e diversificada. Clara ordem para comunicar a mensagem do Senhor publicamente foi dada a Jeremias (11:6)6  E disse-me o SENHOR: Apregoa todas estas palavras nas cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém, dizendo: Ouvi as palavras desta aliança, e cumpri-as. Ezequiel (2:1-7 1  E DISSE-ME: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo.2  Então entrou em mim o Espírito, quando ele falava comigo, e me pôs em pé, e ouvi o que me falava.3  E disse-me: Filho do homem, eu te envio aos filhos de Israel, às nações rebeldes que se rebelaram contra mim; eles e seus pais transgrediram contra mim até este mesmo dia.4  E os filhos são de semblante duro, e obstinados de coração; eu te envio a eles, e lhes dirás: Assim diz o Senhor DEUS.5  E eles, quer ouçam quer deixem de ouvir (porque eles são casa rebelde), hão de saber, contudo, que esteve no meio deles um profeta.6  E tu, ó filho do homem, não os temas, nem temas as suas palavras; ainda que estejam contigo sarças e espinhos, e tu habites entre escorpiões, não temas as suas palavras, nem te assustes com os seus semblantes, porque são casa rebelde. Jonas, Noé, Pedro e os outros discípulos (Marcos 16:15) (exemplo de Pedro no dia de Pentecostes.  1 E chegado o sétimo mês, e estando os filhos de Israel nas suas cidades, todo o povo se ajuntou como um só homem, na praça, diante da porta das águas; e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da lei de Moisés, que o SENHOR tinha ordenado a Israel. 2 E Esdras, o sacerdote, trouxe a lei perante a congregação, tanto de homens como de mulheres, e todos os que podiam ouvir com entendimento, no primeiro dia do sétimo mês. 3 E leu no livro diante da PRAÇA, que está diante da porta das águas, desde a alva até ao meio dia, perante homens e mulheres, e os que podiam entender; e os ouvidos de todo o povo estavam atentos ao livro da lei. 4 E Esdras, o escriba, estava sobre um púlpito de madeira, que fizeram para aquele fim; e estava em pé junto a ele, à sua mão direita, Matitias, Sema, Anaías, Urias, Hilquias e Maaséias; e à sua mão esquerda, Pedaías, Misael, Melquias, Hasum, Hasbadana, Zacarias e Mesulão. 5 E Esdras abriu o livro perante à vista de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pós em pé. (Neemias 8:1-5).    Acima de todos, está o próprio Jesus, que foi o maior de todos os pregadores ao ar livre, nos deu ordem e modelo.     E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos. E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; …  
   1 Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar; 2 E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia. 3 E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. 

 

As atuais condições exigem um Pregador Ao Ar Livre. 

 

Estudo compilado por Pastor Luiz Antonio.   

1.   Mandamento Bíblico para o Pregador Ao Ar Livre.   

3 E disse-me: Filho do homem, eu te envio aos filhos de Israel, às nações rebeldes que se rebelaram contra mim; eles e seus pais transgrediram contra mim até este mesmo dia. 4 E os filhos são de semblante duro, e obstinados de coração; eu te envio a eles, e lhes dirás: Assim diz o Senhor DEUS. 5 E eles, quer ouçam quer deixem de ouvir (porque eles são casa rebelde), hão de saber, contudo, que esteve no meio deles um profeta. 6 E tu, ó filho do homem, não os temas, nem temas as suas palavras; ainda que estejam contigo sarças e espinhos, e tu habites entre escorpiões, não temas as suas palavras, nem te assustes com os seus semblantes, porque são casa rebelde. 7 Mas tu lhes dirás as minhas palavras, quer ouçam quer deixem de ouvir, pois são rebeldes. (Ezequiel 2:3-7)    

2.   Temos uma ORDEM para o Pregador Ao Ar Livre.   

 

O que é a Janela 10/40?

janela-10-40.gif 

O maior desafio do nosso século para a igreja de Jesus está aqui nesta região!

 

O que é a Janela 10/40?    

É a área do mundo entre as latitudes (ou paralelos) 10º e 40º ao norte do Equador, um espaço comparado a uma janela retangular, abrangendo o norte da África, Oriente Médio e Ásia. Anteriormente chamada de “Cinturão da Resistência”, constitui-se de um número expressivo de povos não alcançados pelo Evangelho. A janela tem em vista a maior parte das áreas do mundo com grandes necessidades físicas e espirituais bem como a maioria dos governos que se opõem ao Cristianismo.
     Ao aproximarmos da virada do milênio, a janela 10/40 nos confronta o maior desafio missionário do mundo e é imperativo a todos nós, cristãos, que as nossas orações tenham um período inadiável para focalizar os povos que habitam nesta região. Confie no poder que há em sua oração, e mesmo você não observando nenhum resultado visível, saiba que alguma coisa acontece quando você ora, mesmo que não possa vê-la, mas algo acontece. E um dia, os resultados serão visíveis.
     Existem pelo menos 7 razões principais, porque devemos ter essa área do planeta como prioridade nas nossas orações:

PRIMEIRA: É PELO SEU SIGNIFICADO BÍBLICO E HISTÓRICO 


     O berço das mais antigas civilizações do mundo esta na Janela 10/40. As primeiras regiões geográficas da terra, indicados na Bíblia, no livro de Gênesis, estão no coração da janela 10/40, onde Deus colocou Adão e Eva (Gênesis 2). Foi dentro deste território, que impérios se levantaram e caíram. É dentro da janela 10/40, onde se desenrolou quase todos os cenários da história bíblica. Foi nela onde Cristo nasceu e viveu. Foi nela o berço da Igreja primitiva; esta região viu cumprir centenas de vezes, palavras como as de Atos 5:14: “A multidão dos que criam no Senhor, tanto de homens como de mulheres, crescia cada vez mais.” Foi na janela 10/40 que saíram os primeiros missionários para o mundo todo! Era nela onde se localizavam as igrejas fundadas pelo apóstolo Paulo as quais ele endereçou parte de suas cartas, bem como também as sete igrejas da Ásia, mencionadas no livro de Apocalipse. Sabe o que houve com estas igrejas? Acabaram-se todas. Não mais existem. 
SEGUNDA: É PELO NÚMERO DE POVOS NÃO ALCANÇADOS   
     Dentro da janela 10/40, moram nada menos do que 3 bilhões de pessoas espalhadas por 62 países. No mundo inteiro há 192 países, sendo que 50 são os menos evangelizados. E dentre esses 50 países, 37 estão dentro da janela 10/40. Estes 37 países menos evangelizados do mundo, dentro da janela 10/40, compreendem 97% do total da população de todos os 50 países.

TERCEIRA: É PELA PRESENÇA DAS TRÊS MAIORES RELIGIÕES DO MUNDO 

 


     É interessante observar o fato de que as nações mais ricas e prósperas do mundo são as que se auto consideram impossíveis de serem governadas sem Deus e sem a Bíblia, como afirmou certa vez George Washington, então presidente dos Estados Unidos. Esta realidade é patente aos olhos de qualquer um; só não vê quem não quer! 82% dos mais pobres do mundo vivem dentro da janela 10/40; são nada menos do que 2 bilhões e 400 milhões de pessoas vivendo em extrema miséria, representando 47% da população mundial. O mundo inteiro produz grãos suficientes para alimentar 20 vezes a humanidade por ano. No entanto, 220 milhões estão morrendo de inanição dentro da janela 10/40.

 

QUINTA: É A CONCENTRAÇÃO DOS MAIORES POVOS DE LÍNGUAS VARIADAS


     Mais de 1 bilhão de megapovos etnolingüísticos, “espiritualmente quebrados”, vivem dentro da janela 10/40.

 

SEXTA: É A EXISTÊNCIA DAS MAIORES CIDADES NÃO ALCANÇADAS DO MUNDO


     Numa lista de 50 maiores cidades do mundo, a maioria estão dentro da janela 10/40. Isso significa que em cada uma destas cidades, há uma população de mais de 1 milhão de pessoas, sem Deus, sem paz e sem salvação.
 

SÉTIMA: É QUE NELA SE INCLUEM AS “FORTALEZAS DE SATANÁS” 


     Bilhões de pessoas que vivem na janela 10/40, não só estão debaixo de enfermidades, pobrezas, calamidades, intermináveis guerras e conflitos, mas também tem sido impossibilitadas de conhecerem o poder transformador do Evangelho de Jesus Cristo. Por vezes, na história, pareceu que o cristianismo iria se findar, desaparecendo assim como aconteceu com as sete igrejas da Ásia e as outras fundadas por Paulo. Mas a Igreja resistiu e recuperou-se das cinzas, protegida pela soberania de Deus. Com a Bíblia foi a mesma coisa. Houve vários vilões que pensaram ter destruído o último exemplar existente da Bíblia Sagrada, mas hoje ela está aí, traduzida para várias línguas, igualzinha aos originais conforme comprovou a descoberta dos papiros do Mar Morto. O reino de Deus está sendo proclamado sobre a Terra. A ciência tem concluído que muitas descobertas só podem evidenciar a existência de um ser supremo: Deus. Milhões estão se convertendo a Cristo ainda que Satanás tenha estabelecido um território de fortaleza dentro da janela 10/40. 
 

Conheça os 62 países da Janela 10/40

01 – KUWAIT
Localização: Golfo Pérsico
5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Xiitas
Evangelismo Restrito
 

02 – IRÃ
Localização: Golfo Pérsico
0,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Xiitas e alguns Sunitas
Evangelismo Proibido

03 – EGITO
Localização: Oriente Médio
0,8% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Restrito

04 – ISRAEL
Localização: Oriente Médio
0,35% de Cristãos evangélicos
Predominante: Judeus e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

05 – BRUNEI
Localização: Sudoeste da Ásia
0,6% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Budistas
Evangelismo Restrito

06 – LÍBIA
Localização: Norte da África
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

07 – SOMÁLIA
Localização: Leste da África
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido
 

08 – BANGLADESH
Localização: Ásia Central
2% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Hindus
Evangelismo Restrito

09 – BURKINA-FASO
Localização: Oeste da África
3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Animistas e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

10 – UZBEQUISTÃO
Localização: Leste da Ásia
0,001% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Ortodoxos Russos
Evangelismo Restrito

11 – TADJIQUISTÃO
Localização: Leste Asiático
0,001% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Ortodoxos Russos
Evangelismo Restrito

12 – LÍBANO
Localização: Oriente Médio
4,3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Xiitas e alguns Sunitas
Evangelismo Permitido

13 – MALÁSIA
Localização: Sul da Ásia
2% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos, alguns Budistas e Hindus
Evangelismo Restrito

14 – PAQUISTÃO
Localização: Oeste da Ásia
0,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Xiitas
Evangelismo Restrito

15 – ÍNDIA
Localização: Ásia Central
1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Hindus e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

16 – BUTÃO
Localização: Ásia Central
0,3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

17 – MALI
Localização: Oeste da África
0,9% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e algumas Crenças Tradicionais
Evangelismo Permitido

18 – NEPAL
Localização: Ásia Central
0,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Hindus e alguns Budistas
Evangelismo Restrito

19 – CHINA
Localização: Leste da Ásia
4% de Cristãos evangélicos
Predominante: Não religiosos(Ateus) e Folclóricos Chineses
Evangelismo Restrito

20 – QATAR
Localização: Golfo Pérsico
0,007% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

21 – OMÃ
Localização: Golfo Pérsico
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos
Evangelismo Proibido

22 – NIGÉRIA
Localização: Oeste da África
17% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Animistas
Evangelismo Restrito

23 – MAURITÂNIA
Localização: África do Norte
0,0% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

24 – ARÁBIA SAUDITA
Localização: Golfo Pérsico
0,007% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

25 – AZERBAIJÃO
Localização: Leste da Ásia
0,003% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Restrito

26 – EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
Localização: Golfo Pérsico
0,7% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Xiitas
Evangelismo Proibido

27 – DJIBUTI
Localização: Leste da África
0,03% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

28 – TURQUEMENISTÃO
Localização: Leste da Ásia
0,001% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Ortodoxos Russos
Evangelismo Restrito

29 – KAZAQUISTÃO
Localização: Leste da Ásia
0,004% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Ortodoxos Russos
Evangelismo Restrito

30 – MALDIVAS
Localização: Centro Sul Asiático
0,0% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

31 – SUDÃO
Localização: Leste da Ásia
3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Animistas
Evangelismo Restrito

32 – GUINÉ
Localização: Oeste da África
0,75% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Animistas
Evangelismo Restrito

33 – BENIN
Localização: Oeste da África
2% de Cristãos evangélicos
Predominante: Crenças Tradicionais e alguns Muçulmanos
Evangelismo Permitido

34 – ALBÂNIA
Localização: Sul da Europa
5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Ortodoxos e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

35 – IEMEM
Localização: Oriente Médio
0,01% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

36 – ETIÓPIA
Localização: Leste da África
10% de Cristãos evangélicos
Predominante: Ortodoxos, Sunitas e Crenças Tradicionais
Evangelismo Permitido

37 – TUNÍSIA
Localização: Norte da África
0,001% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

38 – JORDÂNIA
Localização: Oriente Médio
0,4% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Restrito

39 – AFEGANISTÃO
Localização: Leste da Ásia
0,2% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Xiitas
Evangelismo Restrito
 

40 – TAILÂNDIA
Localização: Sudoeste da Ásia
0,3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas
Evangelismo Restrito

41 – INDONÉSIA
Localização: Norte da Ásia
0,01% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Hindus
Evangelismo Restrito

42 – MARROCOS
Localização: Norte da África
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

43 – VIETNÃ
Localização: Sudoeste da Ásia
0,6% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas e Crenças Tradicionais
Evangelismo Restrito

44 – MYANMAR
Localização: Sudoeste da Ásia
4% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas e alguns Muçulmanos
Evangelismo Permitido

45 – CAMBOJA
Localização: Sul da Ásia
0,05% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas
Evangelismo Restrito

46 – SENEGAL
Localização: Oeste da África
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Restrito

47 – JAPÃO
Localização: Leste da Ásia
0,3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Shinto / Budistas
Evangelismo Permitido

48 – NIGÉR
Localização: Oeste da África
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Animistas
Evangelismo Restrito

49 – LAOS
Localização: Sudoeste da Ásia
1,9% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas
Evangelismo Restrito

50 – IRAQUE
Localização: Golfo Pérsico
0,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Xiitas e alguns Sunitas
Evangelismo Restrito

51 – TAIWAN
Localização: Leste da Ásia
3% de Cristãos evangélicos
Predominante: Folclórica Chinesa e alguns Sunitas
Evangelismo Permitido

52 – TIBET
Localização: Oeste da China
0,02% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas
Evangelismo Restrito

53 – TURQUIA
Localização: Oeste da Ásia
0,03% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Restrito

54 – SÍRIA
Localização: Oriente Médio
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas e alguns Xiitas
Evangelismo Proibido

55 – GUINÉ-BISSAU
Localização: Oeste da África
1,2% de Cristãos evangélicos
Predominante: Animistas e alguns Muçulmanos
Evangelismo Restrito

56 – QUIRQUISTÃO
Localização: Leste da Ásia
0,003% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Ortodoxos Russos
Evangelismo Restrito

57 – SAARA OCIDENTAL
Localização: Norte da África
0,0% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos
Evangelismo Proibido

58 – SRI LANKA
Localização: Ásia Central
0,9% de Cristãos evangélicos
Predominante: Budistas, alguns Hindus e Muçulmanos
Evangelismo Restrito

59 – BANRAI
Localização: Golfo Pérsico
1,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos e alguns Hindus
Evangelismo Proibido

60 – ARGÉLIA
Localização: Norte da África
0,01% de Cristãos evangélicos
Predominante: Muçulmanos Sunitas
Evangelismo Proibido

61 – CORÉIA DO NORTE
Localização: Leste da Ásia
0,5% de Cristãos evangélicos
Predominante: Não religiosos(Ateus) e Crenças Tradicionais
Evangelismo Proibido

62 – MONGÓLIA
Localização: Centro-Norte da Ásia
0,1% de Cristãos evangélicos
Predominante: Não religiosos(Ateus) e Crenças Tradicionais
Evangelismo Restrito

                                             Compiladdo por Pastor Luiz Antonio

 

 


     Mais de 1 bilhão de adeptos das três maiores crenças do mundo: o Islamismo, Hinduísmo e Budismo, vivem na janela 10/40. Nesta região, numa extensão desde o norte da África até o Oriente Médio moram cerca de 700 milhões de muçulmanos. No centro da janela 10/40, onde está a Índia e arredores, predomina a presença do Hinduísmo, com uma população de mais de 1 bilhão de pessoas. Na Índia, praticamente tudo que há entre o intervalo do céu e da terra é adorado, formando um panteão de mais de 300 milhões de deuses! No lado direito do mapa da janela 10/40, vive o mundo budista, cercando toda a China – que por sua vez, detém o título de nação mais populosa do planeta. São 1 bilhão e 200 milhões de chineses que estão desesperadamente precisando de Jesus Cristo.

QUARTA: É PELA MISÉRIA QUE ASSOLA A REGIÃO 

 

Estatística sobre o quadro religioso no Brasil e no mundo.

Você Sabia?


Estatística sobre o quadro religioso no Brasil e no mundo

BRASIL

Você Sabia?

Que o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial?
Que sua população é de aproximadamente 170 milhões de habitantes?
Que os cristãos no país formam cerca de 92% da população religiosa?
Que no Brasil existem mais de 4.800 religiões?
Que existe mais de 1 milhão de muçulmanos e 500 mesquitas no Brasil?
Que a primeira igreja protestante a chegar ao Brasil foi a Igreja Reformada Holandesa?
Que Brasília é considerada a capital mundial do esoterismo?
Que os evangélicos no Brasil somam o total de 15,45% da população, ou seja, 26,1 milhões?
Que a maior igreja evangélica do país e a que mais cresce é a Assembléia de Deus, com cerca de 10 milhões de membros?
Que o Brasil é considerado o maior país espírita do mundo?
Que o Brasil é considerado o maior país católico do mundo?
Que os católicos são cerca de 153 milhões?
Que o Brasil é o 2° país no mundo em Testemunhas de Jeová?
Que os mórmons cresceram cerca de 80% desde sua chegada ao Brasil?
Que o movimento protestante que mais cresce são os neopentecostais, seguidos pelos pentecostais?
Que a região brasileira que mais comporta evangélicos é a Região Norte (Rondônia, Amapá, Roraima e Amazonas) com 18,3%?
Que Rondônia é o Estado que tem maior proporção evangélica do país, cerca de 27,75%?

MUNDO

Você Sabia?

Que a população mundial é de 6,3 bilhões de habitantes?
Que existem 10.000 seitas no mundo?
Que existem mais de 2.000 religiões?
Que existem 6.000 mil seitas na África e 1.200 nos Estados Unidos?
Que a maior religião do mundo é o cristianismo, com mais de 2,1 bilhões de adeptos?
Mas que, mesmo assim, a religião que mais cresce no mundo não é o cristianismo, mas o islamismo?
Que existe cerca de 1 bilhão de islâmicos em todo o mundo?
Que mais de 80% dos muçulmanos nunca ouviram o evangelho?
Que destes 6 bilhões de habitantes do planeta, um terço não é cristão?
Que no mundo, hoje, há aproximadamente 15 milhões de Testemunhas de Jeová?
Que há aproximadamente 10 milhões de mórmons espalhados pelo mundo?
Que há 200 milhões de espíritas?
Que de cada 100 pessoas 19 são muçulmanas, 18 não têm religião ou são atéias, 17 são católicas, 17 são cristãs não-católicas (ortodoxos, anglicanos, protestantes), 14 são hinduístas e 6 são budistas?
Que um em cada três cristãos sofre perseguição, um em cada dez indivíduos no mundo é um cristão perseguido?
Que em 1900 havia 525 milhões de cristãos?
Que este número aumentou no ano 2000 para 2 bilhões?
Que um pouco mais de 24% de todos os cristãos atualmente são pentecostais ou neopentecostais?
Que os pentecostais e neopentecostais cresceram mais de 100 vezes, dos 3,7 milhões em 1900 para mais de 500 milhões em 2000?
Que a maior igreja evangélica do mundo está na Coréia do Sul com, aproximadamente, 90 milhões de membros?
Que a religião cristã que mais perde adeptos é o catolicismo?

Gideões Missionários da Última Hora

Você Sabia?

Que os Gideões Missionários da Última Hora, estão em 30 países e mantêm mais de 510 famílias de missionários, ou mais de 2500 pessoas?
Que tem no Amazonas mais de 20 embarcações, entre elas um sofisticado barco clínico-odontológico que atende gratuitamente o povo ribeirinho?
E que, além disso, distribuem roupas, calçados, bíblias e pregam a palavra de Deus?
E que em sua sede mundial na cidade de Comburiu tem uma moderna clínica médico- odontológica que também atende o povo gratuitamente?
E que realizam no sul do Brasil o maior congresso missionário do mundo?
E que essa gigantesca obra missionária é mantida por pessoas como você?

Uma Janela para o Oriente

Uma Janela para o Oriente

14 E Eliseu estava doente da enfermidade de que morreu, e Jeoás, rei de Israel, desceu a ele, e chorou sobre o seu rosto, e disse: Meu pai, meu pai, carros de Israel, e seus cavaleiros! 15 E Eliseu lhe disse: Toma um arco e flechas. E tomou um arco e flechas. 16 Então disse ao rei de Israel: Põe a tua mão sobre o arco. E pôs sobre ele a sua mão; e Eliseu pôs as suas mãos sobre as do rei. 17 E disse: Abre a janela para o oriente. E abriu-a. Então disse Eliseu: Atira. E atirou; e disse: A flecha do livramento do SENHOR é a flecha do livramento contra os sírios; porque ferirás os sírios; em Afeque, até os consumir. 18 Disse mais: Toma as flechas. E tomou-as. Então disse ao rei de Israel: Fere a terra. E feriu-a três vezes, e cessou. 19 Então o homem de Deus se indignou muito contra ele, e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios. II Reis 13:14 a 19.

Ele nos fez reis e sacerdotes para Deus seu Pai, Não vamos ficar lamentando e chorando diante do Senhor e dos seus ungidos, vamos acreditar, vamos lutar, vamos ser mais do que vencedores, vamos fazer a nossa parte! Enquanto Jeoás chorava, Elizeu ainda que em enfermidade estava pronto, continuava pronto, e disse: põe a tua mão sobre o arco, e o rei a pôs, então Elizeu pôs as suas mãos sobre as do rei… A mão do profeta sobre a nossa é sinal de benção, é sinal de aprovação, é sinal de vitória da parte de Deus para nossas vidas. Por a Mão sobre o arco quer dizer estar pronto para a batalha; arco é instrumento de guerra! E disse Elizeu: Abre a janela para o oriente. E o rei abriu-a. Então disse Eliseu: Atira a flecha. E o rei a atirou; então disse Elizeu: A flecha do livramento do SENHOR é a flecha do livramento contra os sírios; porque ferirás os sírios; em Afeque, até os consumir. O Senhor através de seus ungidos está sempre pronto a nos dar ânimo e força! Esteja atento às palavras que saem da boca dos ungidos do Senhor, através delas acharás vitória. Disse mais: Toma as flechas. E tomou-as. Então disse ao rei de Israel: Fere a terra. E feriu-a três vezes, e cessou. Deus nos prova querido irmão, Deus nos prova! Fere a terra, disse o profeta! E o rei só a feriu por três vezes, e cessou! Quanto estás disposto a esforçar-te na obra de Deus? Quando Deus te der uma oportunidade como a que deu a Jeoás não a desperdice, faça sempre mais do esperam de você, faça sempre mais do que tu mesmo estás disposto a fazer e Deus se alegrará de ti. O rei feriu a terra somente três vezes! Claro que ele não sabia do que se tratava tudo aquilo que pelo espírito o profeta fazia, mas diante de sua atitude se revelou seu caráter! Então o homem de Deus se indignou muito contra ele, e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios. O homem de Deus ficou irado com a falta de disposição de Jeoás que feriu a terra somente 3 vezes! Cinco ou seis vezes ele deveria tê-la ferido, Deus quer mais de você porque Ele sabe que você pode fazer mais! E você irmão, quantas vezes terias ferido a terra? Será que Deus está feliz com nossa atitude com respeito ao seu reino e a missões? Se o homem de Deus se indignou, que dirá Deus! Invista muito e colha muito, acredite mais e verás mais, faça mais e receberás mais, oferte mais e a fronteira missionária se alargará, esforce-se! Às vezes Deus nos dá oportunidades de pregarmos e de irmos ao encontro das almas e nós não vamos, nos acomodamos, e só ferimos a terra três vezes. No que diz respeito a oferta missionária, quantas vezes tens ferido a terra? Estatísticas dizem que são gastos 95% das entradas das igrejas em atividades locais e em administração, e somente 4,5% em evangelismo! Enquanto isso ainda há povos completamente não alcançados sobre a terra. O mundo está mais preparado para receber o evangelho do que os cristãos para propagá-lo. Fira a terra várias vezes, mais vezes do estás intimamente disposto! Atire flechas para o oriente! E disse: Abre a janela para o oriente. E abriu-a. Então disse Eliseu: Atira. Sabes o que está ao oriente da nossa posição geográfica? A janela 10/40, com 61 países e 3.6 bilhões de pessoas sem Jesus, está também o mundo comunista, e dentro do mundo comunista a China com 500 milhões de pessoas que nunca ouviram falar de Jesus. Dentro dessa janela para o oriente está a Coréia do Norte que todo ano bate recorde e fica em primeiro lugar como principal país perseguidor de cristãos no mundo! Dentro dessa janela para o oriente está ainda a Arábia Saudita, Saara Ocidental, Ilhas Maldivas e Catar, países que não possuem nenhum crente nacional conhecido. Me falta espaço neste periódico para mostrar ao irmão motivos para ferir a terra até cansar o braço! Olhe para o oriente, há uma janela aberta para missões da banda do oriente! Ore pelos povos não alcançados da banda do oriente.

Deus abençoe a RENOVAÇÂO DOS REMIDOS.         Pastor Luiz Antonio.

O que significa adotar um povo?

O que significa adotar um povo?

4 Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma. Salmo 142,4

É uma grande prova de fé para uma igreja local aceitar o desafio de alcançar um povo não-alcançado! Temos feito e visto a adoção de missionários, mas será que os povos não-alcançados já ocupam um lugar especial em nosso coração? Será que já entendemos a gravidade da expressão “POVO NÂO ALCANÇADO”? Imagine o que seria de nós se Daniel Berg e Gunnar Vingren não tivessem chegado a Belém do Pará, em 19 de novembro de 1910. O que seria se eles não nos tivessem visto como um povo não alcançado? Adotar um povo não-alcançado é outro nível de envolvimento em missões transculturais. A igreja adotante ficará conhecendo o povo adotado deixando que ele entre no seu coração e mente pela intercessão e súplicas diárias. Adotar significa Tomar por filho, cuidar etc. Por que adotar um povo? O primeiro motivo é pelo fato de este povo nunca ter ouvido as Boas Novas de salvação. O segundo é porque eles não possuem igrejas nem conhecimento de Deus ou de seu filho Jesus. Terceiro porque eles não possuem a Bíblia traduzida para sua língua e por fim porque eles estão excluídos do plano de salvação por não terem acesso ao livro de Deus e por não terem quem lhes anuncie no seu próprio idioma o Evangelho. É essencial sabermos qual é o propósito da igreja. Para que ela existe? Qual é o alvo da igreja? Jesus declarou o que ele quer que sua Igreja faça! Discípulos de todas as nações (Mt 28:18-20). Você sabe qual é o negócio da igreja? O negocio da igreja é ganhar almas! Como está nosso negócio? Existem mais de 7 milhões de congregações em todo o mundo. A proporção é de 875 igrejas para cada povo não-alcançado. A igreja precisa identificar, adotar e alcançar estes povos. Esta é a nossa tarefa! Nós da IPRR já sabemos disso! Estamos em Angola Namibe com Pr. Henda Kibonda, e também no Egito dentro da janela 10/40 . O mundo é grande demais para ser alcançado por uma só igreja ou agências missionárias. Como a igreja poderá alcançar 8 mil povos não-alcançados? Como poderemos alcançar estes povos? O primeiro passo é este que nossa igreja está dando: conscientizar cada crente, orar e se envolver com missões, ofertar e investir em missões, adotar missionários e povos não alcançados. Deus abençoe a RENOVAÇÂO dos REMIDOS.

                                                                                                                                              Pastor Luiz Antonio.

Sola Scriptura (só a escritura)

                                                                         pic_0004.jpg   SOLA  SCRIPTURA       (só a escritura)

No dia 31 de outubro comemoramos mais um ano de Reforma Protestante. São 490 anos de luta em nome da Fé Reformada. Que Deus abençoe a cada Cristão Reformado!


As igrejas evangélicas de hoje estão cada vez mais dominadas pelo MODERNISMO TEOLÒGICO, pela TEOLOGIA da PROSPERIDADE em vez de pelo Espírito de Cristo. Como evangélico Genuinamente PROTESTANTE, eu convoco a cada membro da IPRR a se arrepender de todo pecado e a recuperar a fé que uma vez foi dada aos Santos. Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Jud. 1,1. A semântica comprova que no decurso da História, as palavras mudam, assumindo novos significados. Na época atual isso aconteceu com a palavra PROTESTANTE. Nós PROTESTANTES agora já somos chamados de EVANGÉLICOS, o que segundo minha opinião descaracteriza nossa origem. O EVANGÉLICO DE HOJE não é como o PROTESTANTE DE ONTEM. O PROTESTANTISMO acolhia as verdades essenciais do Cristianismo conforme definidas na Bíblia e ensinava isso às Igrejas. E as igrejas compartilhavam uma herança comum nos “SOLAS” da Reforma Protestante do século 16.Hoje, a luz da Reforma já foi sensivelmente obscurecida. A conseqüência foi a palavra PROTESTANTE se tornar tão comum e desconhecida a ponto de perder o sentido. Enfrentamos atualmente o perigo de perder nossa HISTÒRIA de REFORMA que já tem séculos. Pelo nosso amor a Cristo, pelo seu evangelho e por sua igreja, eu nos conclamo a afirmar novamente nosso compromisso com as verdades centrais da REFORMA PROTESTANTE feita por MARTINHO LUTERO há 490 anos. LUTERO firmou sua fé em Cristo e pregava Sola Scriptura (Só A Escritura).

Sola Scriptura : A Autoridade Sob Ameaça.

Só a Escritura é a regra inerrante da vida da igreja, mas a igreja evangélica atual não está tendo a  Escritura como única regra de fé e prática. Na prática, a igreja moderna está sendo guiada pela cultura. Em muitos de nossos púlpitos hoje em dia são usadas técnicas terapêuticas em lugar da cura Divina, estratégias de marketing em lugar do Genuino Evangelho, e o mundo tem ganhado espaço no coração dos crentes mais do que a Palavra de Deus. Muitos pastores negligenciam a supervisão do culto, não cumprem sua função de pastores, que é a de guiar o povo a Deus, entre outras faltas graves. À medida que a autoridade bíblica é abandonada as verdades se enfraquecem na consciência do povo de Deus, e as doutrinas essenciais à Salvação perdem sua proeminência, e a igreja vai sendo cada vez mais esvaziada de sua integridade, santidade, autoridade moral e discernimento.Em lugar de adaptar a fé cristã para satisfazer as necessidades sentidas por alguns que no intimo não querem Deus, devemos proclamar a Lei de Deus como única regra de fé e prática, e seu evangelho como a verdade absoluta, única fonte da verdade salvadora. A verdade bíblica é indispensável para a manutenção da disciplina e bom testemunho da igreja.

É só pela luz da verdade de Deus nas Escrituras que nossos olhos são abertos para a vontade de Deus em nossa vida. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Rom. 12: 2) A Bíblia, portanto, precisa ser ensinada e pregada na igreja. As pregações precisam ser exposições da Bíblia e de seus ensinos, não a expressão de opinião ou de idéias da nossa cabeça. A obra do Espírito Santo na igreja e no mundo segundo as escrituras é convencer o homem do pecado, justiça e juizo. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo (João 16. . O Espírito Santo fala em conformidade com a Escritura, e sem  Ela nunca teríamos conhecido a graça de Deus em Cristo.  Portanto a Palavra de Deus, e não a experiência humana, é o que traduz a verdade,  e SOLA SCRIPTURA (só a escritura) deve ser pregada.                     

 

                                                                                                                                                    Pr. Luiz Antonio   

 

 

Nanotecnologia – Montando a matéria átomo por átomo!

NANOTECNOLOGIA

 

(A ARTE DE MONTAR MATERIA. ATOMO POR ATOMO)

As palavras soavam como que saídas da boca de um visionário: “Não tenho receio de considerar como questão final se, por fim no futuro distante, nos pudermos arranjar os átomos da maneira que quisermos. O que aconteceria se pudéssemos arranjar os átomos, um por um, do jeito que quiséssemos?”

Na época em que o físico americano e aprendiz de profeta Richard Feynman (1918-1988) devaneou diante de uma platéia incrédula, o mundo não era lugar para pequenas idéias. Em dezembro de 1959, quando Feynman proferiu as visionárias palavras na palestra “Há muito lugar no fundo” para seus colegas da Sociedade Americana de Física, os computadores ainda eram geringonças que ocupavam metade das salas em que eram colocados. Feynman falava em manipular átomos num tempo em que ninguém sequer tinha visto um deles. Trinta anos depois, o sonho do físico ganhou forma na ciência do muito pequeno, a nanotecnologia, assim chamada porque seus objetos de estudo costumam ser medidos em nanômetros – 1 milhão de vezes menor que 1 milímetro.

O que aconteceria se pudéssemos mover átomos? Perguntava Feynman. Respondem os cientistas que os manipulam hoje: poder-se-ia construir supercomputadores que coubessem no bolso, gravar bibliotecas inteiras em superfícies de centímetros quadrados, colocar microssondas para fazer testes sanguíneos dentro do corpo humano. Tudo isso ainda é suposição, previsão, talvez sonho. “A preocupação fundamental não é a aplicação das descobertas na prática, mas a pesquisa pela pesquisa. Os resultados disso só se tornarão visíveis dentro de uma década ou mais”, O mundo futuro imaginado por Drexler, em que se construirão aparelhos ou substâncias molécula por molécula, foi ridicularizado por alguns de seus colegas cientistas da mesma forma que a maioria dos físicos presentes à palestra de Feynman acreditava que ele estava simplesmente brincando. A nanotecnologia só existe hoje como prática porque, há quase sessenta anos, os cientistas que estudavam a matéria derrubaram sólidos conceitos da Física clássica e criaram a Física quântica, onde as partículas como os fótons e os elétrons não se comportam como no mundo de gente grande, ou seja de forma padronizada. O microscópio de varredura por efeito túnel (scanning tunnelling microscope, ou SIM), a ferramenta fundamental para a entrada no pequeno mundo, é filho da Física quântica. Lá, onde os átomos se contam às unidades, os elétrons sofrem de dupla personalidade comportam-se ao mesmo tempo como partículas e como ondas (mais ou menos como se fossem ao mesmo tempo balas de um revólver e onda do mar). Isso é inadmissível para a Física clássica, mas perfeitamente aceitável para a Física quântica, mesmo que não se compreenda muito bem o porque.

A clássica imagem do átomo com um núcleo de prótons e nêutrons, em torno do núcleo, onde os elétrons circulam em órbitas, também foi por água abaixo. O aspecto mais importante da Física quântica para os nanocientistas é a descoberta de que os elétrons ás vezes andam por onde não deveriam. Normalmente, os elétrons param de se mover quando não tem energia para transpor uma barreira à sua frente. No reino da Física quântica, no entanto, há determinadas circunstancias em que os elétrons encontram uma barreira tão fina que há probabilidade de que eles simplesmente a ignorem e sigam em frente – é o chamado efeito túnel. Seria apenas mais uma descoberta teórica se, em 1981, uma equipe do laboratório da IBM em Zurique, na Suíça, não tivesse transformado essa maluquice do elétron num aparelho de enxergar átomos – ele mesmo, o microscópio de efeito túnel. O invento valeu a Gerd Binnig e Heinrich Rohrer o Prêmio Nobel de Física, em 1986. Esse microscópio nada mais é do que uma minúscula ponta feita de material condutor que percorre – ou varre – toda a superfície da amostra a ser analisada. A ponta e o substrato onde se deposita a amostra ficam ligadas por um circuito. Aplica-se uma tensão elétrica no circuito e abaixa-se a ponta do microscópio até quase encostar na amostra. É um “quase” imperceptível ao olho humano, pois a distancia entre a ponta e a amostra chega a alguns nanômetros. Pois os elétrons, que só deveriam passar da amostra para a ponta se as duas estivessem encostadas, simplesmente pulam pelo ar – tunelam -, fechando o circuito entre a ponta e a  amostra, e criando uma corrente com uma voltagem infinitamente pequena, da ordem de alguns nanoampéres. É um grande salto para o elétron e um grande passo para a humanidade.

Com o microscópio de efeito túnel, passou-se a enxergar os átomos, antes jamais vistos, e, melhor ainda, conseguiu-se manipulá-los. Certo que dizer “enxergar” átomos chega a ser uma licença poética, pois o que se vê é uma imagem simulada da variação da corrente elétrica. O levantar e abaixar da ponta do microscópio é uma operação que exige precisão muito além do que qualquer mão humana ou mecânica possa alcançar. Esse trabalho é feito pelos cristais piezoelétricos, como o quartzo, que se expandem ou encolhem quando recebem tensão elétrica (sim, mexem-se apenas alguns nanômetros). Há três cristais: o do eixo z (que se move para cima e para baixo), o x (para a frente e para trás) e o y (para a esquerda e para a direita). Quando a ponta do microscópio começa a varrer a amostra, movendo-se nos eixos x e y, o eixo z fica na mesma. Porém, quando a ponta encontra uma pequena montanha pela frente, ou seja, um átomo mais alto que os outros, a voltagem da corrente elétrica aumenta, pois a distancia em relação à amostra diminuí. No modo de operação mais comum, o de voltagem constante, o eixo z deve, portanto receber uma alteração de tensão, para que se contraía e suspenda a ponta do microscópio de modo a fazer a voltagem retornar ao valor prévio. A variação da tensão do cristal z resulta num gráfico, que é transformado em imagem – está pronta a fotografia dos átomos. Obviamente, o microscópio de efeito túnel só funciona com amostras de materiais condutores ou semicondutores; do contrário, não haveria passagem de corrente elétrica. Materiais isolantes, como vidro ou células vivas, seriam invisíveis ao SIM.

Que o pequeno mundo não se perca por isso – o mesmo Gerd Binnig deu um jeitinho e inventou uma ponta de microscópio capaz de enxergar qualquer coisa. Ele acoplou à ponta um pequeno fragmento de diamante, que contorna os átomos da amostra exercendo uma pressão pequena o suficiente para não destruí-la. É o microscópio de força atômica (AFM, em inglês). Conforme o fragmento de diamante se move quando encontra saliências, move-se também a ponta, criando-se então imagens como no SIM. Mais importante do que ver átomos é a possibilidade de movê-los, um a um. Isso acontece quando se aplica uma tensão, elétrica muito forte entre a ponta do microscópio e a amostra – um átomo salta e gruda na ponta. Se a polaridade da corrente for invertida, o átomo volta para baixo com força, ficando encravado naquele ponto. Desde que o pesquisador americano Don G. Eigler, do laboratório da IBM na Califórnia, nos Estados Unidos, alinhou átomos de xenônio para escrever o logotipo da empresa sobre uma superfície de níquel, começou urna verdadeira corrida entre os cientistas para conseguir o melhor domínio da técnica de arrancar átomos de um ponto e colocá-los em outro. O homem enfim toca o coração da matéria e, átomo por átomo, pode chegar a construir moléculas sob medida. Chega ao sonho de montar um minúsculo supercomputador. Em laboratório, pelo menos, já se demonstrou que isso funciona, quando se verificou que a mudança de posição de um átomo de xenônio, ora sobre uma superfície de níquel, ora grudado na ponta do microscópio, causava uma variação na corrente elétrica que bem poderia servir como 0 e 1 do código binário. Claro que isso é inviável como tecnologia, já que uma das partes desse interruptor molecular é o próprio microscópio.

Na hora de armazenar informações, a nanotecnologia pode encolher a níveis absurdos o tamanho do suporte para gravá-las. John Mamin, também do laboratório da IBM na Califórnia, desenhou um mapa com átomos de ouro para demonstrar o potencial de armazenagem de informações em pouco espaço. Da mesma maneira que a superfície plana alternada com buracos num compact disc forma a linguagem binária, um simples átomo e sua ausência construiriam a mesma linguagem numa nanoamostra. A técnica de Mamin poderia armazenar a obra completa do dramaturgo inglês William Shakespeare numa superfície menor do que 0,2 milímetros. É uma densidade de informação l0 000 vezes maior do que o melhor disco de computador existente. Eric Drexler pensa longe quando visualiza aonde tudo isso pode levar: “Em curto prazo, acredito que a nanotecnologia será pioneira no lançamento de novos instrumentos científicos voltados para a medição de escalas moleculares. Depois disso, provavelmente encontrará um campo de ação fértil na computação, primeiro na área da memória, e em seguida nos próprios computadores. Haverá também aplicações importantes nos produtos resultantes da manufaturarão molecular, na medicina, nos equipamentos para uso aéreo e espacial, em instrumentos de proteção do meio ambiente e inclusive no desenvolvimento de novos instrumentos para esse fim”. Uma das idéias de Drexler neste campo é a criação de nanomáquinas, que seriam lançadas na estratosfera para capturar átomos de cloro e resguardar a camada de ozônio do planeta.

Embora ainda não tão pequenos, já existem micro motores e micros sondas fabricadas com a mesma técnica dos chips de silício dos computadores. Sobre finas camadas de materiais semicondutores, como arsenieto de gálio, grava-se o padrão desejado para aquela camada e corroem-se as partes restantes, que depois podem ser preenchidas com outras substâncias. Na Universidade de Michigan, construiu-se uma microssonda de apenas 4,7 milímetros de comprimento, que permite estudar com detalhes tanto o cérebro humano como os circuitos neuronais, que imitam o funcionamento do cérebro. Micro motores de diâmetro menor que um fio de cabelo estão saindo do laboratório prontos para fazer rodar as futuras microengenhocas ou, enquanto estas não chegam, movimentar as partes ultra-sensíveis de equipamentos atuais, como a cabeça de leitura de discos magnéticos nos computadores. .

(Por Fátima Cardoso)

(Fotos:IBM, Philippe Playlle)

 

O que é nanotecnologia?

O que é nanotecnologia?

Há mais de 2.500 anos, alguns filósofos gregos se perguntavam se a imensa variedade do mundo que nos cerca não poderia ser reduzida a componentes mais simples. A própria palavra átomo vem daquele tempo e significa “indivisível”. A última fração da matéria, segundo esses filósofos o “tijolo” fundamental de tudo o que existe, não poderia mais ser dividida em outras partes mais simples. Podemos fazer uma comparação elementar, apenas para fins didáticos. Em uma padaria, você encontra uma grande variedade de pães, bolos, biscoitos, tortas, todos produzidos a partir de um pequeno número de ingredientes: farinha, fermento, manteiga, óleo, açúcar, chocolate etc… Muitas vezes, os ingredientes de pães diferentes são os mesmos, apenas mudam suas quantidades relativas e a forma de preparação. Da mesma maneira, quando olhamos o mundo a nossa volta, vemos uma variedade incrível de seres vivos e objetos inanimados, de um grão de areia a galáxia, de um vírus a uma baleia. Quantos tipos de “ingredientes” diferentes são necessários para produzir esse mundo?

Entre os gregos e a nossa época, muito se aprendeu sobre o universo. Sabemos, hoje, que o mundo que nos é familiar é formado por átomos, não exatamente aqueles imaginados inicialmente, mas que com eles compartilham o papel de “tijolos” fundamentais. Aprendemos que, ao contrário do que diz seu nome, eles são, de fato, divisíveis (mas isto é uma história para outra ocasião). Os átomos são formados por um núcleo positivo, onde reside praticamente toda sua massa, e por elétrons, negativos, que circulam em torno do núcleo. Sabemos, também, que ocorrem naturalmente no universo apenas noventa e dois tipos de átomos diferentes. Estes tipos podem ser classificados pelo número de prótons (partículas sub-atômicas de carga elétrica positiva) contidos em seus núcleos. Sabemos ainda que esses átomos podem não ser o fim da história, pois pode haver no universo, partículas ou alguma forma de energia ainda não descobertas – ou pode ser que nossas teorias sobre o universo precisem algum dia ser revisadas, se esses novos “ingredientes” não forem encontrados. Tudo isto é parte do mundo fascinante da pesquisa científica – cada pergunta respondida leva a novas perguntas. Em ciência, as respostas raramente são definitivas, mas as perguntas perduram.

A certeza científica de que tudo é feito de átomos é muito recente. Há apenas cerca de cem anos, os cientistas obtiveram evidências fortes de que a velha hipótese atômica, formulada há dois e meio milênios, correspondia à realidade da natureza. No decorrer do século XIX, os químicos foram aos poucos se convencendo de que a melhor maneira de explicar quantitativamente reações químicas é supondo que essas se dão entre unidades bem definidas de cada composto. Alguns físicos, já quase no final do século XIX, formularam uma teoria “estatística” da matéria, na qual se busca explicar o comportamento dos corpos com os quais lidamos quotidianamente pelo comportamento dessas pequenas unidades “invisíveis” da matéria, os átomos e as moléculas (moléculas são átomos do mesmo tipo ou de tipos diferentes, fortemente ligados entre si, formando novas entidades, com propriedades físico-químicas distintas). Essas teorias foram recebidas, inicialmente, com grande ceticismo pela própria comunidade científica. Por que tanta dificuldade para aceitar uma idéia velha de milênios?

O problema é que átomos são muito pequenos, medem menos de um centésimo de bilionésimo de metro, e obedecem a leis físicas bastante diferentes daquelas com as quais estamos acostumados no nosso mundo familiar. O seu tamanho é tal que não podem ser vistos diretamente. Instrumentos especiais tiveram de ser desenvolvidos antes que fosse possível “ver” um átomo. Um dos mais práticos desses instrumentos, o microscópio de tunelamento, somente foi inventado na década de 1980. Seus inventores, Heinrich Rohrer e Gerd Binnig, dos laboratórios da IBM em Zürich, Suíça, ganharam o prêmio Nobel por seus trabalhos. O funcionamento desse microscópio depende das leis da mecânica quântica, que governam o comportamento dos átomos e moléculas. Portanto, a existência de átomos e as leis da natureza no mundo atômico tiveram de ser pacientemente descobertas a partir de experimentos especialmente concebidos. Este processo levou décadas e envolveu grandes cientistas.

Instrumentos como o microscópio de tunelamento e outros estendem nossa “visão” até tamanhos na faixa de bilionésimo de metro. Um bilionésimo de metro chama-se “nanômetro”, da mesma forma que um milésimo de metro chama-se “milímetro”. “Nano” é um prefixo que vem do grego antigo (ainda os gregos!) e significa “anão”. Um bilionésimo de metro é muito pequeno. Imagine uma praia começando em Salvador, na Bahia, e indo até Natal, no Rio Grande do Norte. Pegue um grão de areia nesta praia. Pois bem, as dimensões desse grão de areia estão para o comprimento desta praia, como o nanômetro está para o metro. É algo muito difícil de imaginar. Mesmo cientistas que trabalham com átomos todos os dias, precisam de toda sua imaginação e muita prática para se familiarizar com quantidades tão pequenas.

Ainda antes dos cientistas desenvolverem instrumentos para ver e manipular átomos individuais, alguns pioneiros mais ousados se colocavam a pergunta: o que aconteceria se pudéssemos construir novos materiais, átomo a átomo, manipulando diretamente os tijolos básicos da matéria? Um desses pioneiros foi um dos maiores físicos do século XX: Richard Feynman. Feynman, desde jovem, era reconhecido como um tipo genial. Uma de suas invenções foi o primeiro uso de processadores paralelos do mundo. Em Los Alamos, na época do desenvolvimento da primeira bomba nuclear, havia a necessidade de se realizarem rapidamente cálculos muito complexos. Feynman, então, teve a idéia de dividir os cálculos em operações mais simples, que podiam ser realizadas simultaneamente, e encheu uma sala com jovens secretárias, cada qual operando uma máquina de calcular (naquela época não havia computadores, nem calculadoras eletrônicas, e as contas tinham de ser feitas à mão, ou com calculadoras mecânicas limitadas às mais simples operações aritméticas).

Hoje em dia, essa mesma idéia é usada em computadores de alto desempenho, com microprocessadores substituindo as jovens secretárias! Em 1959, em uma palestra no Instituto de Tecnologia da Califórnia, Feynman sugeriu que, em um futuro não muito distante, os engenheiros poderiam pegar átomos e colocá-los onde bem entendessem, desde que, é claro, não fossem violadas as leis da natureza. Com isso, materiais com propriedades inteiramente novas, poderiam ser criados. Esta palestra, intitulada “Há muito espaço lá no fundo” é, hoje, tomada como o ponto inicial da nanotecnologia. A idéia de Feynman é que não precisamos aceitar os materiais com que a natureza nos provê como os únicos possíveis no universo. Da mesma maneira que a humanidade aprendeu a manipular o barro para dele fazer tijolos e com esses construir casas, seria possível, segundo ele, manipular diretamente os átomos e a partir deles construir novos materiais que não ocorrem naturalmente. Um sonho? Talvez, há quarenta anos atrás. Mas, como o próprio Feynman dizia em sua conferência, nada, nesse sonho, viola as leis da natureza e, portanto, é apenas uma questão de conhecimento e tecnologia para torná-lo realidade. Hoje, qualquer toca-discos de CD’s é uma prova da verdade do que Feynman dizia. Os materiais empregados na construção dos lasers desses toca-discos não ocorrem naturalmente, mas são fabricados pelo homem, camada atômica sobre camada atômica.

 

O objetivo da nanotecnologia, seguindo a proposta de Feynman, é o de criar novos materiais e desenvolver novos produtos e processos baseados na crescente capacidade da tecnologia moderna de ver e manipular átomos e moléculas. Os países desenvolvidos investem muito dinheiro na nanotecnologia. Mais de dois bilhões de dólares por ano, se somarmos os investimentos dos Estados Unidos, Japão e União Européia. Países como Coréia do Sul e Taiwan, que têm sido muito melhor sucedidos que o Brasil na utilização de tecnologias modernas para gerar bons empregos e riquezas para seus cidadãos, também estão investindo centenas de milhões de dólares nessa área. Nanotecnologia não é uma tecnologia específica, mas todo um conjunto de técnicas, baseadas na Física, na Química, na Biologia, na ciência e Engenharia de Materiais, e na Computação, que visam estender a capacidade humana de manipular a matéria até os limites do átomo. As aplicações possíveis incluem: aumentar espetacularmente a capacidade de armazenamento e processamento de dados dos computadores; criar novos mecanismos para entrega de medicamentos, mais seguros e menos prejudiciais ao paciente dos que os disponíveis hoje; criar materiais mais leves e mais resistentes do que metais e plásticos, para prédios, automóveis, aviões; e muito mais inovações em desenvolvimento ou que ainda não foram sequer imaginadas. Economia de energia, proteção ao meio ambiente, menor uso de matérias primas escassas, são possibilidades muito concretas dos desenvolvimentos em nanotecnologia que estão ocorrendo hoje e podem ser antevistos.

No Brasil, a nanotecnologia ainda está começando. Mas, já há resultados importantes. Por exemplo, um grupo de pesquisadores da Embrapa, liderados pelo Dr. L. H. Mattoso, desenvolveu uma “língua eletrônica”, um dispositivo que combina sensores químicos de espessura nanométrica, com um sofisticado programa de computador para detectar sabores. A língua eletrônica da Embrapa, que ganhou prêmios e está patenteada, é mais sensível do que a própria língua humana. Ela é um produto nanotecnológico, pois depende para seu funcionamento da capacidade dos cientistas de sintetizar (criar) novos materiais e de organizá-los, camada molecular por camada molecular, em um sensor que reage eletricamente a diferentes produtos químicos. Você pode imaginar alguns usos para uma língua eletrônica? Para saber mais, visite a página www.cnpdia.embrapa.br. Não é só na Embrapa, entretanto, que se faz nanotecnologia no Brasil. O mesmo acontece nas principais universidades e centros de pesquisa do país.

Aplicações em catálise – isto é, na química e na petroquímica, em entrega de medicamentos, em sensores, em materiais magnéticos, em computação quântica, são alguns exemplos da nanotecnologia sendo desenvolvida no Brasil. O que precisamos agora é aprender a transformar todo este conhecimento em riquezas para o país.

A nanotecnologia é extremamente importante para o Brasil, por que a indústria brasileira terá de competir internacionalmente com novos produtos para que a economia do país se recupere e retome o crescimento econômico. Esta competição somente será bem sucedida com produtos e processos inovadores, que se comparem aos melhores que a indústria internacional oferece. Isto significa que o conteúdo tecnológico dos produtos ofertados pela indústria brasileira terá de crescer substancialmente nos próximos anos e que a força de trabalho do país terá de receber um nível de educação em ciência e Tecnologia muito mais elevado do que o de hoje. Este é um grande desafio para todos nós.

Cylon Gonçalves da Silva é físico, ex-diretor do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron e idealizador do Centro Nacional de Referência em Nanotecnologia.

Nanotecnologia – no mundo do bilionésimo

Nanotecnologia – no mundo do bilionésimo

 

De tempos em tempos ouvimos falar que a ciência avançou de tal forma que o homem passou a poder fazer coisas antes impensáveis. Foi assim com a criação da máquina a vapor, do microscópio, da penicilina, do automóvel, do avião e de tantos outros inventos que revolucionaram a existência humana. Vivemos agora, segundo avalia parte do mundo científico, um novo momento de ruptura, chamado até de a “quinta revolução industrial”: os grandes avanços obtidos na nanotecnologia, que pode revolucionar as relações produtivas atuais.

E o que significa isso?

Nano é um prefixo que quer dizer um bilionésimo de alguma grandeza. Se estivermos falando do padrão de medida metro, tratamos, então, do nanômetro. Um objeto com um nanômetro tem um bilionésimo de um metro (numericamente 0,0000000001 metro), isto é, algo muito pequeno, aproximando-se das dimensões dos átomos que formam toda a matéria que conhecemos. Para termos uma idéia, um simples fio de cabelo tem o diâmetro de aproximadamente 30.000 nanômetros. Já um átomo possui em média 0,2 nanômetro.

É nessa dimensão pequeniníssima que trabalha a nanotecnologia e sua originadora, a nanociência, já que tudo começa na ciência para que sejam desenvolvidas tecnologias que se transformam em produtos manipulados pelo homem. “As pesquisas estão sendo trabalhadas, feitas nessa dimensão. Ou seja, basicamente é você trabalhar átomo por átomo. A nanotecnologia, ou a tecnologia atômica, refere-se a uma gama de novas tecnologias que buscam manipular átomos, moléculas e partículas subatômicas para a criação de novos produtos”, explica o professor Paulo Roberto Martins, sociólogo pesquisador da Divisão de Economia e Engenharia de Sistemas do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) da USP (Universidade de São Paulo).

Invento decisivo

O acesso a tal dimensão vem sendo facilitado após o desenvolvimento de uma tecnologia que permite ao homem visualizar as dimensões muito pequenas, próximas do tamanho dos átomos. Foi em 1981, em Zurique, na Suíça, que a IBM anunciou a criação do microscópio de varredura por tunelamento eletrônico, uma evolução das pesquisas com microscópio eletrônicos que vinham sendo feitas desde a primeira metade do século passado.

“Uma das imagens célebres – que também foi um produto que acabou por ganhar o prêmio Nobel – foi feita pelos pesquisadores da IBM, que primeiro produziram esse tipo de microscópio e foram capazes, logo a seguir, de produzir a imagem da sigla IBM construída com átomos colocados uns atrás dos outros. Este foi um marco na história do desenvolvimento da nanociência”, lembra Martins.

Com este microscópio é possível visualizar estruturas muito pequenas, o que facilita a manipulação dessas estruturas para a conformação de seqüências de átomos ou de moléculas no modo que seja interessante para objeto da pesquisa.

Vale lembrar que mesmo tendo ganhado uma visibilidade maior somente nos últimos anos, a nanociência é uma atividade antiga, que remonta à primeira metade do século XX. “Já se faz nanociência há bastante tempo. Com certeza se faz nanociência há mais de 50 anos”, indica o professor Paulo César Morais, do núcleo de Física Aplicada do Instituto de Física da UnB (Universidade de Brasília).

O escritor Mike Treder, diretor-executivo do CRN (Centro para a Nanotecnologia Responsável, da sigla em inglês), acrescenta que a humanidade foi despertada para a “possibilidade de manobrar-se coisas átomo por átomo” após famosa palestra do físico Richard Feynman em 1959. Porém, os primeiros passos na manipulação das coisas átomo por átomo foi viabilizada nos anos 80 do século passado, com o desenvolvimento do microscópio de força atômica, explica.

O que as novas tecnologias – como os microscópios de tunelamento eletrônico – permitiram foi uma nova apropriação da nanociência, isto é, a geração de produtos que podem vir a ser explorados comercialmente, fonte da nanotecnologia. “Obviamente a nanotecnologia é o segmento, a conseqüência da nanociência. Tanto os materiais nanoestruturados (montados a partir de estruturas nanométricas) quanto essa instrumentação capaz de visualizar e manipular estes materiais podem dar origem a produtos. E a transição entre a nanociência e a comercialização de produtos, essa tradução é onde se assenta o que nós chamamos de nanotecnologia”, diz Morais. “Então, todo esse conhecimento científico básico pode ser comercializado como um novo sucessor da economia mundial. E há uma grande expectativa em relação a isso”, acrescenta.

Revolução

Mas, como em toda a revolução, há sempre as oportunidades e as ameaças. Por esta razão, as discussões sobre o desenvolvimento da nanotecnologia têm sido aquecidas na mesma proporção que as novas descobertas possibilitam a implementação de avanços tecnológicos e científicos.

Para se ter uma idéia de como essa dimensão tão pequena tem capacidade de gerar um movimento tão grande na nossa sociedade que pode alterar os rumos do setor produtivo, a Fundação Nacional de Ciências dos Estados Unidos – agência independente do governo norte-americano dedicada a promover o progresso da ciência – prevê que o segmento da nanociência e da nanotecnologia irá atingir uma movimentação de algo em torno de US$ 1 trilhão em dez ou quinze anos.

“Trata-se de uma tecnologia em escola atômica e que se por um lado encerra promessas de grandes avanços – embora até agora não se saiba muito bem onde e como seriam realizados – por outro lado cria possibilidades de realizar investimentos que possam render mais ou menos o que foi o boom da Internet em meados dos anos 90″, afirma o professor Henrique Rattner, consultor econômico do IPT. “Mas parece que a preocupação com a parte econômica e financeira é maior do que o interesse pela parte científica e tecnológica, embora ainda haja em diversos países centros de estudos e laboratórios que procuram explorar essas áreas de forma não comercial”, avalia Rattner.

Essa tecnologia abre a possibilidade de criação de produtos e soluções nas mais diversas áreas de atuação da humanidade. Pensa-se em processadores de dados muito mais compactos, potentes e velozes que os atuais, encontrados em nossos computadores pessoais; mecanismos autômatos, como robôs, em dimensões minúsculas que poderiam atuar inclusive na área da saúde; ou então equipamentos montados a partir de estruturas minúsculas que possam vir a substituir membros ou órgãos humanos.

Por outro lado, há de se lembrar das ameaças, como os efeitos que a manipulação de estruturas e materiais de dimensão tão pequena podem provocar ao homem e sua saúde, à sociedade e ao meio ambiente. Incluem-se, aí, as pesquisas muito avançadas na área de armamentos.

Avanço vertiginoso

Uma das principais características da nanotecnologia é a velocidade com a qual os avanços se dão nesta área. Para se ter uma idéia, cientistas da Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) estimam que em cinco ou dez anos será possível construir um protótipo de nanorrobô com um sexto do tamanho de um glóbulo vermelho que atue dentro do organismo humano podendo ministrar drogas diretamente em áreas pré-determinadas do corpo.

“A tendência é que a redução nos tamanhos e instrumentos continue. O processo de miniaturização é uma coisa galopante. Nós ainda não temos, obviamente, robôs em escala milimétrica na prateleira, mas a gente vai ter nos próximos anos”, prevê Morais.

É na área de saúde, principalmente, que as expectativas quanto à utilidade da nanotecnologia são maiores, já que a manipulação de pequenas estruturas ou de substâncias em dimensões reduzidas podem otimizar de forma decisiva a atuação da medicina. Uma das vertentes de estudos interessantes é a que prevê o uso de materiais nanoestruturados como carreadores de drogas. Um exemplo disso são as chamadas formulações lipossomais, isto é, utilizar-se uma droga em estruturas nanométricas chamadas lipossomas. Esses lipossomas são vesículas em escala nanométrica que são produzidas artificialmente e que têm uma biocompatibilidade muito grande, como explica o professor Morais.

“Você pode, por exemplo, colocar insulina dentro de uma nanocápsula dessas e injetar isso no paciente, tendo-se que a membrana desse lipossoma é construída de tal forma que é sensível ao nível de açúcar no sangue. Essa estrutura é capaz de circular pelo organismo sem ser eliminada ou reconhecida pelo sistema imunológico. Ou seja, ela pode ter um tempo de circulação no organismo muito longo. Quando o nível de açúcar do paciente subir, esta nanocápsula pode abrir e liberar a insulina”, afirma o professor da UnB.

Nanotecnologia no Brasil

Mas em que nível dessa revolução se situa o Brasil?

Desde 2001, o Brasil estimula oficial e diretamente as pesquisas na área, a partir da criação de quatro redes brasileiras de atuação no segmento da nanociência e nanotecnologia. Após a posse do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Nanociência e Nanotecnologia, incluído no PPA 2004-2007 (Plano Plurianual, que determina o planejamento estratégico dos investimentos do país durante quatro anos).

Agora em 2004, o orçamento para o desenvolvimento da área de nanociência e nanotecnologia prevê investimentos oficiais de R$ 8,7 milhões. Até 2007, segundo o PPA, esses investimentos devem totalizar quase R$ 80 milhões. É pouco, quando comparamos os investimentos realizados por países desenvolvidos neste segmento. Os Estados Unidos, por exemplo, investiram algo em torno de US$ 1,5 bilhão no ano passado nesta área, sendo US$ 900 milhões do governo e US$ 600 milhões da iniciativa privada.

“A comunidade científica brasileira está hoje bem organizada em relação à nanociência. O Brasil faz hoje nanociência de excelente qualidade… o país tem uma potencialidade muito grande nessa área. Agora, para você saltar de nanociência para nanotecnologia – e aí você poder ter produtos brasileiros no mercado internacional baseados em nanociência -, para você agregar valor a esses produtos, colocando-os em condições viáveis no mercado, para você ter retorno e vencer essa barreira, tem de ter mais investimento”, avalia o professor Paulo Morais.

Ele defende que esse investimento e a organização dessa tarefa fiquem nas mãos do Estado. “É preciso que o governo federal faça um plano para a nanotecnologia. Este é o momento. O Brasil ainda tem espaço para construir um plano para a nanociência e a nanotecnologia. A nanociência brasileira já está razoavelmente organizada. Mas a nanotecnologia brasileira não existe. Não há instrumentos, não há uma política de médio e longo prazo para a nanotecnologia. É preciso criar essa política séria e é preciso fazer investimento sério. Mas é preciso também que o governo traga para esta tarefa a iniciativa privada. Porém, de qualquer forma, quem tem que organizar isso e estimular a sociedade dentro desta iniciativa é o governo.”

O professor cita ainda um exemplo comparativa com um país europeu para dimensionar o atraso no quesito investimento notado no Brasil: “Recentemente visitei na Suíça um centro de porte médio que trabalha com nanociência e nanotecnologia, com 250 pesquisadores trabalhando… Esse centro tem um orçamento anual de entre 50 e 60 milhões de euros. Cerca de 35% desse orçamento vêm do governo federal; mais 35% vêm das indústrias, das empresas; e os restantes 30% são contratos… Nesses últimos dois anos e pouco de atividade, o governo colocou na área menos de 3 milhões de euros. As quatro redes de pesquisa brasileiras têm hoje cerca de 600 pesquisadores, com nível de doutorado em nanociência. Então veja, o número de pesquisadores que nós temos é mais do que o dobro do que esse centro suíço, só que nosso governo colocou aqui cerca de 1,5 milhão de euros por ano. Perceba aí a diferença de aporte de recursos”.

Mesmo com a restrição de recursos, Morais considera que o Brasil vem se destacando no cenário científico quando o assunto é nanociência. Ele lembra que alguns países já perceberam que “o Brasil está fazendo nanociência com um rendimento fantástico”. “Quer dizer, o país não investe muitos recursos e tem um resultado fantástico. Portanto, a questão custo-benefício aí é extremamente favorável. A comunidade brasileira, com poucos recursos, consegue dar uma resposta fantástica em nanociência. Então, para eles é uma excelente oportunidade de fazer cooperação com o Brasil. Eles sabem que têm instrumentos para, a partir da nanociência, construir nanotecnologia. Nós não temos esses instrumentos”, conclui.

 Compilado por Luiz Antonio

Frases sobre Bíblia

Leia a Biblia

Frases sobre Bíblia

“A bíblia é uma janela neste mundo-prisão, através da qual nos é possível divisar a eternidade.” (Timoty Dwight)

“A Bíblia vale a soma de todos os outros livros que já se imprimiram.”
(Patrick Henry)

“A Bíblia nos ensina a amar o próximo e também a amar nossos inimigos provavelmente porque eles são, em geral, as mesmas pessoas.”
(Mark Twain)

“Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do Mundo nos são ditas através deste Livro.” (Abraham Lincoln)

“É minha fé na Bíblia que me serviu de guia em minha vida moral e literária. Quanto mais a civilização avance, mais será empregada a Bíblia.”
(Immanuel Kant)

“A Bíblia não é somente um grande livro de referências históricas, mas é também um Guia para a vida diária, e por esta razão eu a respeito e amo.”
(Hailé Selassié)

“A Bíblia tem sido a carta magna dos pobres e oprimidos. A raça humana não está em condições de dispensá-la.” (Thomas Huxley)

“Eu amo a Bíblia, eu leio-a todos os dias e, quanto mais a leio tanto mais a amo. Há alguns que não gostam da Bíblia. Eu não os entendo, não compreendo tais pessoas, mas, eu a amo, amo a sua simplicidade e amo as suas repetições e reiterações da verdade. Como disse, eu leio-a quotidianamente e gosto dela cada vez mais.” (D. Pedro II)

“A alma jamais pode vaguear sem rumo, se tomar a Bíblia para lhe guiar os passos.” (Napoleão Bonaparte)

“Um bom conhecimento da Bíblia vale mais do que uma educação superior. Quase todas as pessoas que com o trabalho de suas vidas acrescentaram algo para o conjunto das realizações humanas… basearam o seu trabalho grandemente nos ensinamentos da Bíblia.” (Theodore Roosevelt)

“É impossível escravizar mental ou socialmente um povo que lê a Bíblia. Os princípios são os fundamentos da liberdade humana.” (Dorace Greeley)

“Que o homem progrida quanto quiser, que todos os ramos do conhecimento humano se desenvolvam ao mais alto grau, coisa alguma substituirá a Bíblia, base de toda a cultura e de toda a educação.” (Immanuel Kant)

“Tão grande é a minha veneração pela Bíblia que, quanto mais cedo meus filhos começam a lê-la, tanto mais confiado espero que eles serão cidadãos úteis à pátria e membros respeitáveis da sociedade. Há muitos anos que adoto o costume de ler a Bíblia toda uma vez por ano.” (John Quincy Adams)

“O vigor de nossa vida espiritual está na proporção exata do lugar que a Bíblia ocupa em nossa vida e em nossos pensamentos. Faço esta declaração, solenemente, baseado na experiência de cinqüenta e quatro anos.”
(George Müller)

“A maioria das pessoas se preocupam com passagens da Bíblia que não entendem, mas as passagens que me preocupam são as que eu entendo.” (Mark Twain)

“Livro de minha alma aqui o tenho: é a Bíblia. Não o encerro na biblioteca, entre os de estudo, conservo-o sempre à minha cabeceira, à mão. É dele que tiro o pão para a minha fome de consolo, é dele que tiro a luz nas trevas das minhas agonias.” (Coelho Neto)

“Há mais indícios seguros de autenticidade na Bíblia do que em qualquer história profana.” (Isaac Newton)

“A Bíblia é o mais poderoso instrumento que o pregador pode ter. Com ela falo com confiança à mais sofisticada ou mais degradada ou mais incrédula das pessoas.” (H. M. S. Richards)

“Em todas minhas perplexidades e angústias, a Bíblia nunca deixou de me dar luz e forças.” (Gen. Robert E. Lee)

“Se souberes toda a Bíblia exteriormente e as palavras de todos os filósofos, a que serviria tudo isso sem o amor e a graça de Deus?” (Tomás de Kempis)

“Não existe nenhum livro que tenha tanta variedade como a Bíblia, nenhum que tenha tanta sabedoria concentrada. Quer se trate de lei, negócios, moral, etc., quem busca orientação pode olhar dentro de suas capas e encontrar luz.” (Herbert Hoover)

“A Bíblia não é um livro qualquer, mas sim uma Criatura Viva, com um poder que conquista tudo que se opõe a ela.” (Napoleão Bonaparte)

“A Bíblia traz o selo distintivo de sua origem, e uma distância incomensurável a separa de todo competidor.” (William E. Gladstone)

“Que felicidade a Bíblia proporciona àqueles que acreditam nela! Que maravilhas admiram aqueles que refletem nela!” (Napoleão Bonaparte)

“Os teólogos devem ler a Bíblia, mas também os periódicos.” (Karl Barth)

“Em todas as minhas perplexidades e angústias a Bíblia nunca deixou de me fornecer luz e vigor.” (Robert E. Lee)

“É impossível governar perfeitamente o mundo, sem Deus e sem a Bíblia.” (George Washington)

“A Bíblia é um livro para ser acreditado pelo cego e não discutido.”
(Stendhal)

“A esperança total do progresso humano está pendente da influência crescente da Bíblia.” (William Henry Seward)

“A leitura da Bíblia em si, é uma educação.” (Alfred Lord Tennyson)

“Uma pessoa que se privou do conhecimento da Bíblia privou-se da melhor coisa que existe no Mundo.” (Woodrow Wilson)