Manual de procedimento para cultos nos lares.

Figura1

Manual de procedimento para cultos nos lares.

Decidi escrever este manual por ver a necessidade de ensinar novos e corajosos obreiros a realizarem este tão importante e frutífero trabalho.

O que se segue é a experiência do meu trabalho juntamente com outros homens e mulheres cheios do Espírito Santo. Cultos nos Lares é um método e programa de evangelismo bem antigo e reconhecido em nosso meio como algo que funciona. O culto doméstico visa arrebatar pessoas que caminham para o fogo do inferno, razão pela qual não devemos ficar surpresos quanto aos ataques do príncipe das trevas.

Assim sendo, o desejo do meu coração é que o material contido neste artigo possa ajudá-lo a compreender o propósito de Deus para a sua vida e ministério, pois acredito que cada membro é um ministro em potencial. Temos como alvo através de Cultos nos Lares, que cada membro possa descobrir que tem valor, e que pode trabalhar na seara do Senhor.

A palavra “oikos” (- casa – no N. T.) aparece 107 vezes, das quais seis vezes, refere-se a um Culto nos Lares, usando uma casa para reunir-se periodicamente.

• Atos 5.42: A casa do convertido era usada como local de Adoração e Ensino, identificando-o como cristão na sua comunidade.

• Atos 20.20: Um programa equilibrado contém tanto a reunião de um grande grupo (templo), quanto a de um grupo pequeno reunido no lar.

• Romanos 16.5: Priscila e Áquila tiveram cultos em sua casa.

 A igreja cristã de Roma era composta destes vários cultos nos lares.

• I Coríntios 16.19: Aqui temos Áquila e Priscila em Éfeso, com uma igreja em sua casa novamente.

Durante a semana a igreja se reunia nas casas e no dia do Senhor a grande celebração da festa do amor.

• Colossenses 4.15: Uma parte da igreja da cidade de Colossos se reunia na casa de Ninfa.

• Esta foi à fase da igreja cristã, onde houve o maior crescimento.

Creio que uma das razões era que a mensagem não estava desassociada da vida cotidiana dos seus membros. O alvo do culto doméstico é a família e vizinhança

A Família: As famílias são constituídas de: Pais, filhos, primos, tios e avós, que compartilham a vida.

Hoje a média é de 3 a 4 pessoas numa família, sem nenhum parente por perto, por isso a vizinhança também entra no plano de evangelismo do culto doméstico. Peça à pessoa que cedeu a casa para o culto que convide seus vizinhos e amigos para este culto.

E no dia imediato chegaram a Cesaréia. E Cornélio os estava esperando, tendo já convidado os seus parentes e amigos mais íntimos. (Atos 10 : 24)

A Vizinhança: Há 50 anos, as pessoas viviam na mesma vizinhança por toda a vida, conhecendo e sendo conhecida.

Hoje a média é de uma mudança a cada cinco anos, tendo uma vizinhança totalmente estranha. Os grandes prédios produzem ainda maior distanciamento que as comunidades dos bairros. Mas a igreja pode e deve vencer esta barreira convidando seus vizinhos para o culto doméstico. Incentive os membros de sua igreja a fazer amizade na vizinhança, isso facilitará o convite. O versículo abaixo vai falar de um homem que tinha bom testemunho! Um crente com bom testemunho não terá problema em convidar alguém para um culto em sua casa!

E eles disseram: Cornélio, o centurião, homem justo e temente a Deus, e que tem bom testemunho de toda a nação dos judeus, foi avisado por um santo anjo para que te chamasse a sua casa, e ouvisse as tuas palavras. (Atos 10 : 22)

A Igreja e a família: Até a década de 60, a igreja era o centro da vida do seu membro e de sua família, do nascimento ao sepultamento. Hoje as coisas mudaram e precisamos incentivar a ida do povo à igreja ou até mesmo levar a igreja à casa da pessoa, e é ai que entra o culto doméstico. Há muitas possibilidades fora da igreja explore todas! A propósito o termo igreja vem do grego Eklésia que quer dizer tirados para fora.

Vá lá fora com toda coragem e faça a obra! Eu mesmo Pastor Luiz Antonio já fiz isso com a igreja que dirigi por vários anos e colhemos muitos frutos. Hoje em dia a maioria dos membros vai à igreja apenas aos domingos, vamos usar suas casas como extensão da igreja local.

O que é um Culto nos Lares?

O Culto nos Lares é uma reunião cristã intencional, com número reduzido de pessoas, que acontece regularmente em lares diversos ou repetidamente no mesmo lar, com o propósito comum de pregar o evangelho ou agradecer (ação de graças) onde cada crente descobrirá e crescerá numa vida abundante em Cristo.

Cuidados devidos em cultos nos lares.

• O dirigente responsável por estes cultos deve ter alvos, propósitos e objetivos muito claros de gerar novos crentes, e deve fazer isto com muita maturidade.

• Quando a igreja for numerosa será importante não levar muita gente a estes cultos para não por a pessoa dona da casa em apuros ou deixá-la preocupada quanto a acomodações.

• O horário destes cultos é de suma importância tanto para o início quanto para o término. O dirigente responsável deve ser rigoroso na observação deste pormenor. Minha experiência é que este culto deva começar depois das 20:00 horas quando ocorrer em dias de semana porque assim as pessoas da casa já terão tido tempo para jantar e preparar a casa para recepcionar os convidados e deve terminar as 21:00 horas para não transtornar a rotina das pessoas da casa.

• Quando o culto for se repetir no mesmo lar, fica a critério do dirigente em comum acordo com o dono da casa se a reunião acontecerá semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, de acordo com o propósito, necessidade e possibilidade dos membros que compõem o grupo.

• É muito importante este tipo de trabalho e a igreja deve explorá-lo ao máximo.

• O pregador do culto nos lares não deve em hipótese alguma atentar contra a fé das pessoas daquela casa, falando contra sua crença suas imagens ou coisa desse tipo, o objetivo do culto nos lares é pregar Jesus e não converter alguém pela força.

• O pregador do culto nos lares não deve estender a preleção para não cansar o ouvinte.

• Um apelo deverá ser feito sempre ao final de cada culto.

• Uma oração pelas pessoas da casa deverá ser feita sempre ao final de cada culto.

• Esta oração deverá ser ministrada por um Pastor caso haja um presente, e não havendo segue-se na escala hierárquica para baixo, (Evangelista, Presbítero, Diácono, Cooperador). • É necessário vigiar muito quanto a quem se dá oportunidades nestes cultos para não ocorrer o contrário do que já dissemos acima.

• O dirigente dos cultos nos lares deve instruir previamente os participantes que as oportunidades devem ser breves e objetivas, visando sempre levar aos ouvidos pecador a salvação em Cristo Jesus.

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos, atos 4,12. •

Deixar um folheto evangelístico para as pessoas da casa com endereço da igreja ao término do culto é sempre uma ótima idéia! Evangelizar a vizinhança com folhetos onde haja o endereço da igreja, antes após ou enquanto ocorre o culto no lar, é também é uma ótima idéia!

• Mulheres cheias do espírito Santo bem como homens são muito bem vindos a este tipo de trabalho, pois são a salvação em casos caóticos como os de possessão demoníaca e outros. (Você verá na prática)

• O uso de aparelhos sonoros, como caixas de som, guitarras etc. somente com permissão do dono da casa, pois pode ser que ele (a) se sinta constrangido ao perturbara a vizinhança com o barulho.

• Em caso do uso de aparelhos sonoros é de suma importância que o volume não exceda os limites de conforto para os ouvidos, o bom senso vai dizer qual o volume ideal. Caro dirigente responsável, esteja muito atento a este item, dele dependerá o sucesso do culto e o possível retorno ao lar.

• Os membros da igreja promotora do culto nos lares devem ter o objetivo e o acordo de praticar os procedimentos descritos neste manual para alcançarem o sucesso neste trabalho tão maravilhoso e não exporem o nome de Jesus ao ridículo.

• Os cultos nos lares devem ser abertos àqueles que não são convertidos e que desejam ter uma vida em Cristo, (afinal eles são nosso alvo). Se a residência for de fácil acesso à rua, obreiros preparados e cheios do Espírito Santo deverão se posicionar na porta de entrada ou portão para evitar entrada de pessoas indesejadas e garantir certa segurança ao evento. (Na prática você vai saber do que eu estou falando).

• Os cultos nos lares devem ser abertos também àqueles que são convertidos e que desejam uma vida cristã mais profunda. A vida abundante em Cristo e salvação são os propósitos de cada culto nos lares. Claro que este manual não pretende ser a solução dos problemas de culto nos lares nem quero dizer que tudo ocorrerá sem falhas só porque você seguiu o que está escrito aqui, pois o culto nos lares é algo que depende de Cristo e sua atuação sobrenatural, mas se seguir você será muito bem sucedido. Vantagens dos cultos nos lares para a igreja local • Ela vai crescer com certeza, tanto em quantidade quanto em qualidade!

• Os Cultos nos Lares criam a possibilidade de atingir as necessidades de outros.

• Nos cultos nos Lares Deus trabalha em nossas vidas através dos outros. • Este tipo de trabalho é uma excelente se não a melhor forma para evangelizar.

• Fará com que a igreja produza um testemunho de evangelização em seu bairro. Dificuldades dos cultos nos lares para a igreja. Hoje a tendência é de relacionamentos superficiais, cabe ao pastor local ensinar à igreja a necessidade de relacionamentos profundos e de amizade para que a pessoa que cedeu o lar se sinta amada. Não há um modelo pra isso, faça o melhor que puder. O sucesso dos cultos nos lares dependerá muito de um dirigente motivado internamente que seja cheio do Espírito Santo e que ouça o clamor das almas. O dirigente dos Cultos nos Lares precisa estar convicto do seu “Chamado Divino”, pois a sua motivação terá que vir de Deus. Lembre-se que você estará entrando e influenciando a vidas de outras pessoas, seja agradável, ser agradável não quer dizer absolutamente deixar de falar a dura verdade de Deus, mas falá-la com amor! Os Cultos nos Lares expõem cada pessoa que dele participa, revelando o nível de compromisso espiritualidade e amor pelas almas que cada membro tem. Queria usar este tópico para dizer que aquele cafezinho, chazinho etc. após o culto devem ser combatidos (salvo por insistência do anfitrião) para não gerar nenhuma espécie de compromisso ou despesa por parte de quem cede a casa. Os Cultos nos Lares são uma experiência indubitavelmente enriquecedora, expresse seu entusiasmo, pois ao expressarmos o nosso entusiasmo, outros membros do grupo serão influenciados e transmitirão este entusiasmo a outros.

O objetivo do Culto nos Lares é gerar novos crentes e amadurecer os demais num ambiente favorável ao cumprimento da missão e da comunhão. Cultos nos lares é Missão!

 Algumas necessidades do culto nos lares:

1. Espírito de equipe (O grupo é meu e eu sou do grupo).

2. Transparência (Expor qualidades e defeitos com todo o respeito é claro).

3. Influência (Ajudar outros a crescer).

4. Maturidade (Produzir crescimento).

5. Dois componentes são absolutamente imprescindíveis na formação de um bom ambiente. O primeiro é entusiasmo e o segundo é o amor. “Sem ambiente as coisas acontecem por mero acidente”.

Um grupo com comunhão

Ter alguém que nos ouça, nos compreenda e nos estimule é um tesouro de inestimável valor. Este é um dos objetivos pelos quais Deus nos chamou para fora de um mundo cheio de desamor e nos transportou para o reino do Filho do Seu Amor. (Cl. 1:13) expresse este amor com gestos e palavras e daqui a pouco você não terá mais como comportar as pessoas nos lares de tantos que serão aqueles que quererão te seguir!

A igreja foi constituída para, entre outras coisas, mostrar o calor da presença de Deus para os irmãos em Cristo e também para o mundo tão carente desse calor humano.

• O dirigente dos cultos nos lares deve produzir o melhor ambiente possível. Dar exemplo de comunhão e ir à frente na execução da missão.

• Qual o ambiente ideal para o Culto nos Lares? • O que deve acontecer no culto no lar? Perguntas como estas feitas à igreja farão com que você descubra o nível de conhecimento que a igreja tem a respeito desse tipo de trabalho.

Caso não descubra passe uma cópia desse manual para cada pessoa que sai ao campo com você! O nosso alvo, é que os Cultos nos Lares viabilizem o discipulado, colocando os crentes em ação, fora do templo! Aquela velha idéia da dependência do Pastor (embora reconhecidamente, sua ajuda é de fundamental importância) deve ser combatida, pois missão se faz com cada crente.

Agora você está pronto, comece então sem demora os cultos nos Lares! Porém antes de você começar quero perguntar? Você lê a Bíblia? Ela é seu livro de cabeceira? Ou você só a pega quando vai para a igreja?

• O que devo fazer para me preparar bem para este início?

• Ore, jejue, leia a Bíblia e mãos à obra!

Qualidades que o dirigente dos Cultos nos Lares Deve ter.

O primeiro dever do dirigente dos Cultos nos Lares é ser modelo dos discípulos!

Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus. (II Timóteo 1 : 13).

Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza. (I Timóteo 4 : 12)

• Ter vida devocional (Bíblia e Oração).

• Bom relacionamento familiar.

• Bom envolvimento com a Igreja local.

• Compromisso com discipulado.

Pessoas são a nossa matéria-prima. Temos que aprender a trabalhar com elas e amá-las. Para tanto, o dirigente dos cultos nos lares deve ser dedicado às pessoas. Finalizando sabe o que é o melhor desse manual? É saber que os dirigentes dos Cultos nos Lares não nascem prontos, eles são desenvolvidos e equipados. Deus não somente usa pessoas preparadas, mas prepara pessoas para usar! Aleluia!

Busque sempre o aperfeiçoamento.

• Saiba ouvir – Tiago 1.19.

• Fazer boas perguntas (exemplo de Jesus).

• Aperfeiçoar a participação do grupo nos cultos.

• Familiarizar-se com o nível espiritual em que está o grupo que te ajuda.

• Transmitir ânimo a ele.

• Comunicar cuidado, calor humano e confiança, jamais use palavras que vão baixar o moral do grupo sempre seja otimista, quando estiver em dificuldades busque ajuda do Pastor e principalmente do Sumo Pastor Jesus Cristo.

• Preparar-se bem para as reuniões

• Treine futuros dirigentes que possam te substituir!

Que Deus te abençoe muito nesta tarefa, eu creio que Deus te chamou, e você o que pensa sobre isto?

Responda para sua edificação:

Deus tem te chamado para fazer parte da liderança de Cultos nos Lares?

( ) sim ( ) não

Por Pastor Luiz Antonio – Instruindo o Povo de Deus.

About these ads

Um comentário em “Manual de procedimento para cultos nos lares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s